Início » Posts etiquetados como 'autoimune'

Arquivo da tag: autoimune

Fitoceramidas aumentam a umidade da pele e podem ajudar a tratar psoríase e acne

Para receber atendimento ou tratamento entre em contato:

WATSAPP 35 9 8835 4802wats    –  EMAIL – juliocaleiro@hotmail.com

phytorenew350

19/07/2018. Por Dr. Júlio Caleiro, nutricionista.

Para receber orientação expressa entre em contato no email  – juliocaleiro@hotmail.com   

ou  Para agendar consulta ligue – 35 3531-8423

 

By; Júlio Caleiro.

Pele seca ou escamosa, rachaduras na pele, pele vermelha inflamada e linhas finas indicam que a barreira da pele pode estar precisando de alguma ajuda. Acne, pele seca, psoríase, dermatite alérgica ou infecções de pele com cândida ou estafilococos podem estar presentes. A perda ou diminuição da ‘cola’ que mantém as células da pele juntas é um ponto crucial para a quebra da barreira da pele. A proteção dessa barreira é essencial e necessita de um lipídio especial, ou gordura, chamada CERAMIDAS.

As ceramidas são cruciais para a formação da barreira da pele e ajudam as células da pele a se unirem. Isso ajuda a manter a umidade. As ceramidas desempenham diversas funções celulares, quais sejam, diferenciação, sinalização e apoptose dentro da pele e imunologia. As ceramidas são responsáveis pela função de barreira da pele e são consideradas espinha dorsal fundamental para a pele. Formas naturais de ceramidas à base de plantas chamadas FITOCERAMIDAS ajudam a manter a barreira da pele intacta.

Ceramidas ajudam no tratamento de psoríase, dermatite, pele seca

Os distúrbios da pele e o envelhecimento causam uma quebra na barreira da pele e levam à secura da pele. A psoríase, a dermatite atópica ou alérgica, a pele envelhecida, a acne vulgaris, a dermatite e a doença de Nimann-Pick, diminuem os níveis de ceramidas. Um estudo concluiu que: “o nível reduzido de ceramidas regula negativamente a via apoptótica, levando à proliferação epidérmica na psoríase.”(https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16479073)

Outro estudo científico constatou níveis reduzidos de ceramidas na psoríase – https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/8166482

A suplementação de ceramidas à base de plantas tem demonstrado, em estudos em animais e humanos, ser segura e eficaz para a hidratação da pele e o reforço da barreira da pele.

A degradação da pele na dermatite alérgica/atópica e outras desordens da pele reflete uma decomposição complexa que envolve uma resposta imune alterada com marcadores inflamatórios (IL-4, IL-13), desequilíbrio Th1, Th2, Th17 e Th22 e um aumento na produção de citocinas. A quebra na camada mais profunda da pele ocorre com a perda de ceramidas, outros lípidos, proteínas e/ou genes. Em razão da quebra da barreira, ocorre a perda de água e há um aumento na exposição a alérgenos e germes. O sistema imunológico desencadeia a quebra da barreira e a quebra da barreira desencadeia a reatividade imunológica. É um colapso de dentro para fora e de fora para dentro. Isso pode levar a problemas com dermatite alérgica e até infecções da pele. (https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28709564)

Em casos mais graves de dermatite atópica, a quebra da pele pode resultar em uma infecção tópica por bactérias e cândida. O British Journal of Dermatologymostrou que os níveis diminuídos de ceramida se correlacionaram com a colonização por Staphylococcus aureus na pele com dermatite alérgica. O tratamento médico geralmente se concentra em antibióticos orais. No entanto, este novo achado sugere que quando as ceramidas e outros lipídios estão comprometidos na pele com dermatite alérgica, a colonização ou a infecção por staph é mais provável. Consertar a fonte do problema é crucial para obter um nível mais profundo de cura. (https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28244066)

As infecções por cândida da pele representam uma ameaça para os jovens e os idosos com sistemas imunológicos comprometidos. Um estudo de 1997 demonstrou que, quando faltavam lípidos saudáveis ​​como ceramidas na pele, a candida na pele duplicou. Quando a pele apresentava níveis saudáveis ​​de ceramida, a adesão da candida à pele foi bloqueada. – https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/9407165

Em um estudo randomizado, duplo-cego controlado por placebo, as fitoceramidas apresentaram melhora significativa na pele seca. 51 mulheres de 20 a 63 anos com pele seca à muito seca receberam placebo ou fitoceramidas por três meses. O ressecamento da pele foi significativamente melhorado em todos os perímetros medidos. Os participantes toleraram o suplemento de fitoceramidas com apreciação simultânea para a melhora da pele seca (https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20646083).

Acne e fitoceramidas

Acredita-se que a disfunção da barreira da pele seja uma das causas da acne. A pesquisa sugere que o comprometimento da função de barreira da pele causada pela diminuição da quantidade de ceramidas pode ser responsável pela formação de comedões. – (https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/7763094

Vários estudos mostram benefícios positivos para o uso de fitocerâmicos para ajudar a melhorar a acne. Fitoceramidas representam um suporte anti-inflamatório e anti-microbiano para a pele. Os resultados do estudo sugerem que estes compostos melhoram e complementam outras terapias da acne.- https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/18489348

Referências:

https://www.wellnessresources.com/news/ceramides-increase-skin-moisture-and-help-psoriasis-acne

http://www.lifeextension.com/Magazine/2014/11/Phytoceramides-Skin-Rejuvenation-From-The-Inside-Out/Page-01

http://www.lifeextension.com/Magazine/2018/8/Plant-Ceramides-Reduce-Skin-Wrinkles/Page-01

http://www.lifeextension.com/Magazine/2017/3/Ceramides-Create-Youthful-Skin-from-Within/Page-01

https://nutricaobrasil.wordpress.com/2013/12/17/ceramidas-trata-de-pele-seca-dermatite-eczemas-e-ainda-protege-a-pele-do-envelhecimento-precoce/

A PQQ, COEQ10 e BERBERINA ATIVA E MELHORA A ‘FUNÇÃO MITOCONDRIAL’ E PODEM TRATAR DOENÇAS NEUROLÓGICAS, AUTOIMUNES E OUTRAS!

Publicado em 15 de Abril de 2018 – São Sebastião do Paraíso -MG

Para receber atendimento ou tratamento entre em contato:

WATSAPP 35 9 8835 4802wats    –  EMAIL – juliocaleiro@hotmail.com


 

mitocrondria

By; Ed. Júlio Caleiro – Nutricionista

 

  • A pirroloquinolina quinona (PQQ) é particularmente importante para a saúde e proteção das mitocôndrias. Também ajuda a regenerar novas mitocôndrias e ajuda a proteger e tratar o Alzheimer, Parkinson e dezenas de outras doenças.
  • Estudos mostram que o PQQ melhora significativamente o processamento mental e a memória. Ele também funciona sinergicamente com CoQ10, produzindo melhores resultados do que qualquer um desses nutrientes sozinho, em altas doses.
  • Demonstrou-se que uma dose única de PQQ reduz drasticamente a proteína C-reativa, um marcador de inflamação – dose elevada. Também reduz o colesterol LDL a par com as estatinas, mas sem efeitos colaterais.
  • Berberina tem efeitos benéficos sobre a pressão arterial, colesterol e açúcar no sangue, e é um neuroprotector poderoso, em parte, melhorando a saúde e função mitocondrial – atuando em doses sinergicas com CoQ10 e PQQ.
  • Vinte e sete estudos duplo-cegos e controlados por placebo mostraram que a berberina produz resultados equivalentes aos medicamentos para hipertensão (medicamentos para baixar a pressão sangüínea), colesterol alto (estatinas) e diabetes tipo 2 (metformina).

By,  Júlio Caleiro – Nutricionista

A dieta é uma das ferramentas mais importantes para controlar nossa saúde. Mas suplementos também podem ser úteis, especialmente quando se trata de melhorar a função mitocondrial! O Dr. Michael Murray, um médico naturopata e autor de vários livros, discute alguns dos suplementos mais úteis para a otimização mitocondrial, incluindo PQQ e berberina.

Os benefícios do PQQ

PQQ significa pirroloquinolina quinona. Este composto foi identificado como um componente nutricional essencial em 1994. Eventualmente, será classificado como uma vitamina. É particularmente importante para a saúde das mitocôndrias. “Parece que o PQQ é realmente a centelha da vida”, diz Dr.Murray. “Nossas mitocôndrias definitivamente exigem esse composto para produzir energia. Também é fundamental para proteger as mitocôndrias dos danos”. (Murray se formou na Universidade Bastyr em 1985 – a universidade naturopata mais antiga dos EUA e amplamente considerada uma das melhores – e também atuou no corpo docente e no conselho de administração da Bastyr durante seus 30 anos de carreira.).

O DNA mitocondrial é bastante propenso a danos causados ​​por radicais livres e pró-oxidantes. A maioria dos radicais livres no corpo é produzida nas próprias mitocôndrias, e é por isso que são tão suscetíveis. Os radicais livres são um artefato inevitável da queima de alimentos como combustível, e sua comida é metabolizada nas mitocôndrias. O PQQ demonstrou proteger contra esse tipo de dano. O PQQ é encontrado em quantidades mínimas em alimentos, mas a pesquisa mostra que quando tomado em forma de suplemento podemos aumentar drasticamente o seu nível no sangue e realmente ver efeitos notáveis em tratamento de vários tipos de doenças, como as neurodegenerativas ( E.L.A, DOENÇAS AUTOIMUNES, ESCLEROSE MÚLTIPLA, Alzeimer, Parkinson, distrofias, DUCHENE, BECKER, CÂNCER) dentre outras patologias. Enquanto suas mitocôndrias são suscetíveis a danos, elas também possuem mecanismos internos de reparo e replicação. A chave é ativar esses mecanismos, que é exatamente o que o PQQ faz. Murray explica:

“As espécies reativas de oxigênio (ROS) são produzidas durante a produção de energia. Existem mecanismos que as mitocôndrias usam para se proteger. Um desses mecanismos é o PQQ.  

Você tem que olhar quantas vezes um antioxidante pode ser usado, e realmente ter uma noção de quão profundo é proteger nossas células. O PQQ é realmente um antioxidante profundamente eficaz. Toda vez que um antioxidante neutraliza um radical livre, isso é chamado de conversão catalítica. Alguns antioxidantes simplesmente não são usados ​​com muita frequência.

Por exemplo, a vitamina C só é capaz de passar por quatro conversões catalíticas. Isso significa que depois de usado quatro vezes, não é mais eficaz como antioxidante. O número de conversões catalíticas para as quais o PQQ pode ser utilizado está no domínio de mais de 20.000 vezes … Ele também desempenha um papel importante em um processo chamado biogênese mitocondrial (regeneração de novas mitocôndrias), e isso ajuda a reverter sintomas de várias patologias ou até mesmo regredi-las.

 

O papel dos polifenóis na saúde

Antes de irmos adiante, quero lembrar que a eliminação indiscriminada de radicais livres com antioxidantes em geral geralmente não é uma boa ideia. Sim, os radicais livres são frequentemente considerados prejudiciais, mas o mesmo não pode ser aplicado aos que são produzidos pelo exercício. Isso também causa danos se feito excessivamente sem recuperação suficiente quando não possuimos anti-radicais. A chave é moderação e recuperação equilibrada. As EROS (espécies reativas de oxigênio) são na verdade moléculas importantes de sinalização biológica. Se você reprimir indiscriminadamente a sua formação, poderá interromper percursos biológicos profundamente importantes. Então, há um bom equilíbrio para evitar danos! Esta é uma das razões pelas quais recomendo concentrar-se em sua dieta com dosagens corretas dos suplementos prescrito por Nutricionista ou médico habilitado nessa área. Quando você ingere uma dieta rica em gorduras saudáveis, pobre em carboidratos líquidos, com quantidades moderadas de proteína, você naturalmente limita a produção de ROS, o que significa que  normalmente não precisa se preocupar de danos excessivos.

Além disso, uma alternativa ao uso de um antioxidante potente como o PQQ é usar agentes hormonais, como o hidrogênio molecular, o óleo CDB – ambos ativam a via Nrf2 – e o resveratrol (encontrado na casca da uva, por exemplo). Agentes Horméticos não são antioxidantes por si mesmos, mas induzem estresse oxidativo no sistema que faz com que seu corpo produza seus próprios antioxidantes. Isso ajuda a garantir um equilíbrio mais ideal de radicais livres e antioxidantes.

Como uma nota lateral rápida, o aumento de Nrf2 – um hormônio biológico que regulam a superóxido dismutase, catalase e todos os outros antioxidantes intercelulares benéficos – é útil principalmente porque reduz a inflamação, melhora a função mitocondrial e estimula a biogênese mitocondrial. Tanto o PQQ quanto a berberina (discutidos abaixo) têm um efeito positivo na expressão do Nrf2. Murray se debruça sobre este assunto, dizendo:

“Os flavonóides, polifenóis, são bastante interessantes para a função mitocondrial. Há sabedoria no corpo! Há sabedoria na natureza! Se olharmos para o modo como os flavonóides são transportados no corpo, eles não são transportados de forma livre. Eles estão ligados a enxofre ou ácido glucurônico. Nessa forma ligada, eles se tornam inativos.

Isso é realmente importante porque queremos ter certeza de que quando pegamos algo que está sendo entregue não apenas aos tecidos, mas também à célula e às partes da célula que realmente precisam do maior apoio. A ciência mais recente mostra que quando ingerimos esses polifenóis – sejam eles provenientes de uvas, cacau cru ou qualquer outra fonte rica – eles estão vinculados ao ácido glucurônico e estão inativos.

Mas em locais de inflamação, locais de infecção ou quando as células não estão funcionando adequadamente, as células liberam uma enzima chamada glucuronidase. Isso libera o flavonóide ou polifenol e permite que o polifenol entre na célula, entre na mitocôndria e afete a mudança. Isso foi demonstrado com mitocôndrias. Isso faz com que as mitocôndrias experimentem o estresse.

Quando a mitocôndria experimenta esse estresse, causa liberação de glucuronidase, e isso acaba levando aos flavonóides entrando na mitocôndria, protegendo-as  dos danos causados ​​pelos radicais livres e realmente ativando certos genomas que permitirão que as mitocôndrias funcionem com muito mais eficiência e reduzam a inflamação e o estresse “.

PQQ impulsiona a saúde do cérebro

Portanto, é importante obter o tipo certo de antioxidantes e não apenas usar uma abordagem qualquer. Para a saúde, precisamos de suporte direcionado para os principais compartimentos celulares, especialmente as mitocôndrias. Quanto ao PQQ, Murray observa que o PQQ está armazenado na mitocôndria, onde é usado de maneira apropriada. “Quando suplementamos com o PQQ, aumenta o número e a saúde das mitocôndrias”. Os estudos em animais e humanos, utilizando boas doses de PQQ na forma de cápsulas mostram uma melhoria significativa no processamento mental e na memória, melhora e regride sintomas de muitas doenças num tempo médio de tratamento.

Um estudo usando o teste de Stroop mostrou que o PQQ em combinação com a Coenzima Q10 (CoQ10)  em doses corretas, produziu melhores resultados do que qualquer um desses nutrientes isoladamente, portanto, parece haver alguns efeitos sinérgicos com a CoQ10.

“Muitas vezes a produção de energia [no cérebro] é diminuída como um interruptor dimmer. O que PQQ, CoQ10 e outros intensificadores mitocondriais fazem é basicamente apenas iluminar o cérebro. Eles aumentam a energia e a produção nas células cerebrais, para que funcionem de forma mais eficiente. 

Isso leva a uma melhor memória, melhor função cognitiva e também se sentir melhor “, diz Murray .” Isso é o que eles estão mostrando com esses estudos clínicos com o PQQ. Em relação à saúde do cérebro, esses estudos usaram uma combinação de [uma dose diária de] específica na dose.

Eu recomendo usar a forma reduzida de CoQ10, chamada ubiquinol , pois é mais prontamente disponível para o seu corpo. É solúvel em gordura, por isso é melhor tomar com uma pequena quantidade de gordura na sua refeição, e não com o estômago vazio. Além de ser um poderoso antioxidante por si só, o CoQ10 / ubiquinol também facilita a reciclagem (conversão catalítica) de outros antioxidantes.

 

(Para adquirir o protocolo de tratamento a base de Berberina, PQQ, ULBIQUINOL dentre outras e tratar doenças neurológicas, autoimunes etc… entre em contato no email ou telefone abaixo).

 

juliocaleiro@hotmail.com         35 3531 8423


Referências:

DR. Murray 2018.

Murray, se formou na Universidade Bastyr em 1985 – a universidade naturopata mais antiga dos EUA e amplamente considerada uma das melhores – e também atuou no corpo docente e no conselho de administração da Bastyr durante seus 30 anos de carreira.