Início » CORAÇÃO

CORAÇÃO

DEFICIÊNCIA DE MAGNÉSIO AUMENTA O RISCO EM 70% DE SOFRER DOENÇA CARDÍACA – estudo feito durante 10 anos!

By Dr. Júlio Caleiro, nutricionista. Fone do consultório: 35-3531-8423.

Um estudo publicado no início de março na American Journal of Clinical Nutrition, surgiu a hipótese de avaliar se a excreção urinária do magnésio está associada com risco de doença isquêmica do coração – DIC.

Participaram do estudo 7.664 adultos sem doença cardiovascular diagnosticada, de acordo com dados de um estudo prospectivo de Prevenção da Doença Renal e Vascular (PREVEND), entre residentes de Groningen, na Holanda. Os níveis de excreção urinária de magnésio das amostras obtidas entre 1997 e 1998, foram utilizados como um marcador da ingestão dietética do mineral, durante 10 anos. Neste período, 462 diagnósticos de doença isquêmica do coração foram feitos.

Homens e mulheres com níveis de magnésio urinário menores tinham um risco aumentado de sofrer da doença, com índices de 70% a mais que os demais participantes. O autor Michel Joosten e sua equipe observaram que essa deficiência pode resultar em arritmia cardíaca e, em casos mais graves, morte súbita.

Os autores do estudo concluíram que a baixa excreção urinária de magnésio foi independentemente associada à maior incidência de DOENÇA ISQUÊMICA DO CORAÇÃO. Dado o número significativo de indivíduos que têm ingestão inadequada de magnésio, melhorar o consumo de fontes ricas do mineral pode ser uma abordagem promissora para a prevenção primária da doença isquêmica do coração.

Agende sua consulta e verifique a possibilidade de inclusão deste importante mineral em sua dieta, e passar a tratar da saúde de seu coração da melhor forma possível!

*Revista online Pharmatia Essentia – 01/04/2013.

Referência:

Joosten, M.M., Gansevoort, R.T., Mukamal, K.J., van der Harst, P., Geleijnse, J.M., Feskens, E.J.M., Navis, G., Bakker, S.J.L., for The PREVEND Study Group. Urinary and plasma magnesium and risk of ischemic heart disease. March 13, 2013 Am J Clin Nutr May.

________________________________________________________________

Hormônio T3 e a saúde do coração. Dr. Lair Ribeiro (cardiologista – membro do ‘American College of Cardiology’) 


2 Comentários

  1. Edson Aparecido Patrão disse:

    Tenho 61 anos, meu Cardiologista detectou sopro em meu coração (deficiencia da valvula mitral), estou tomando cloreto de magnesio mais vitaminas D3/K2.

    • Ótimo nutrientes Edson, porém, além destes há outros muito importantes para a saúde do coração, que são indispensáveis (ex: coenzima Q10, Crataegus Ox., dentre outros). É preciso analisar sob uma visão atualizada, como está a saúde da tireoide, já que deficiência de T3 gera muitos problemas cardíacos. Veja este trecho de aula do cardiologista Dr. Lair Ribeiro:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: