Início » Artigos publicados por Dr. Júlio Caleiro (Página 4)

Arquivo do autor:Dr. Júlio Caleiro

Terapia metabólica com a suplementação de Deanna Protocol atrasa a progressão da doença e prolonga a sobrevivência em pacientes com Esclerose Lateral amiotrófica (ALS).

The-Deanna-Protocol

Publicado em 26 de Dezembro de 2014 – São Sebastião do Paraíso – MG.

Para receber uma orientação expressa envie emails para – juliocaleiro@hotmail.com   Tel consultório – 35 3531 8423

———————————————————————————————–

By – Dr. Júlio Caleiro – Nutricionista –

Terapia metabólica com a suplementação de Deanna Protocol atrasa a progressão da doença e prolonga a sobrevivência em pacientes com Esclerose Lateral amiotrófica (ALS).
Ari C1, Poff AM1, Held HE1, Landon CS1, Goldhagen CR1, Mavromates N1, D’Agostino DP1.

Esclerose Lateral Amiotrófica (ALS), também conhecida como doença de Lou Gehrig, é uma doença neurodegenerativa de neurônios motores que causam fraqueza muscular progressiva, paralisia, e eventual morte devido a insuficiência respiratória. Atualmente, não há cura ou tratamento eficaz para ALS. Além da degeneração dos neurônios motores, ALS está associada com o metabolismo energético prejudicado, o que é fisiopatologicamente ligada à disfunção mitocondrial e excitotoxicidade do glutamato. O protocolo Deanna (DP) é uma terapia metabólica que tem sido relatado em aliviar os sintomas em pacientes com ALS. Neste estudo, a hipótese de que os combustíveis alternativos na forma de intermediários do ciclo TCA, especificamente arginina-alfa-cetoglutarato (AAKG), o principal ingrediente da DP, e da dieta cetogênica (KD), aumentaria a função motora e sobrevivência em modelos animais com ALS (SOD1-G93A). Ratos com ELA foram alimentados com dieta padrão do roedor, ou apenas uma das dietas contendo uma terapia metabólica dos ingredientes principais da DP ( DEANNA PROTOCOL) consistindo de AAKG, ácido gama-aminobutírico, coenzima Q10, e triglicéridos de cadeia média e caprílico. Avaliação da ALS-like foi realizada utilizando um critério pré-definido para a pontuação neurológica, acelerado teste rotarod, teste de resistência aperto de pata, e teste de força. A glicose no sangue e níveis plasmáticos de beta-hidroxibutirato, e peso corporal foram também monitorizados. A Associação em SD + DP em camundongos, apresentaram melhora na pontuação neurológica de idade 116-136 dias, em comparação com ratinhos de controle. Camundongos KD-alimentados exibiram melhor desempenho motor em todos os testes de função motora aos 15 e 16 semanas de idade, em comparação ao grupo controle. A associação SD + DP e terapias KD + DP, aumentou significativamente o tempo de sobrevivência de ratos SOD1 G93A-7,5% (p = 0,001) e 4,2% (p = 0,006), respectivamente. 63% dos ratos no KD + DP e 72,7% do grupo SD + DP viveu últimos 125 dias, enquanto apenas 9% dos animais de controle sobreviveu além desse ponto. A Segmentação do metabolismo energético com a terapia metabólica proposta, produz um efeito terapêutico em ratos com ELA que podem prolongar a sobrevida e qualidade de vida em pacientes com ELA.

———————————————————

Referência:

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25061944

Nutrientes essenciais na gravidez e durante a amamentação

Em 18 de dezembro de 2014, Dr. Júlio Caleiro, nutricionista.

jul2006_report_dha_02

Uma orientação muito valiosa às gestantes ou às mães em fase amamentação do Dr. Lair Ribeiro (médico nutrólogo e cardiologista), para que gerem filhos inteligentes e com ótima saúde.

O quarteto diário de nutrientes são:

300ml de água de coco natural (extraído diretamente da fruta)
Vitamina D3
Ômega 3 (RICO EM DHA)
Iodo (solução de Lugol)

Procure um nutricionista funcional de sua confiança e inicie o uso dos nutrientes indispensáveis ao desenvolvimento saudável do seu filho. Neste quarteto eu apenas acrescentaria a vitamina K2-MK7 junto à vitamina D3, ácido fólico e 2 à 3 ovos de galinha caipira cozidos (comer com a gema!), para garantir um melhor desenvolvimento ósseo e metabólico para a criança.

Página no facebook: https://www.facebook.com/NutricaoNoTratamentoEPrevencaoDeDoencas

CELLFOOD: suplemento que otimiza o oxigênio no organismo e trata várias doenças

cellfood-book

Em 17 de dezembro de 2014, por Dr. Júlio Caleiro, nutricionista

(Contribuição especial de Luciano Caleiro Pimenta Júnior – estudante de Biologia Ortomolecular)

O oxigênio é vital para o funcionamento saudável e perfeito do nosso organismo. O oxigênio compreende 65% do nosso corpo. Como que algo que representa 65% de todo nosso corpo não é dada a devida atenção quando o assunto é saúde? Podemos viver alguns dias sem água, algumas semanas sem alimento, mas não vivemos alguns minutos sem oxigênio. Todas as nossas funções do corpo são reguladas pelo oxigênio, e que deve ser substituído de momento em momento, pois 90% da nossa energia vital depende disso.  Noventa por cento de toda nossa energia biológica se origina no oxigênio. Logo, pergunto novamente: como isso não pode ser importante? O oxigênio dá energia para a célula para que ela possa regenerar. O oxigênio é o único elemento capaz de se combinar com praticamente todos os outros elementos , para formar os componentes essenciais necessários para construir e manter nossos corpos. Dr. Stephen Levine, um biólogo molecular e especialista em nutrição, importante pesquisador, afirmou: “Podemos olhar para a deficiência de oxigênio como a única grande causa de todas as doenças.” Com isso, já considerou que sua patologia/doença também pode ter uma origem ou estar envolvida na deficiência de oxigênio?

Para otimizar o oxigênio no organismo, há um suplemento chamado de CELLFOOD. CELLFOOD é um suplemento alimentar capaz de otimizar o uso e absorção do oxigênio presente no corpo, levando-o para toda parte do organismo, onde é preciso, de maneira natural e fisiológica. Esta suplementação já é usada e conhecida há mais de 30 anos (desde janeiro de 1978), fruto de intensos estudos do pesquisador, Everett Lafayette Storey, o qual  chegou a ser chamado de gênio por Albert Einstein.

Vejamos alguns benefícios constatados em estudos científicos:

Cellfood foi verificado em regular o crescimento celular e foi considerado útil para prevenção ao câncer de cólon e mesotelioma (J Exp Clin Cancer Res. 2014 Mar 5;33:24).

Cellfood auxilia no tratamento do câncer por induzir a apoptose, alterando o metabolismo da célula cancerosa. Os pesquisadores concluíram que “devido à sua ação antioxidante e propriedades pró-apoptóticos, Cellfood pode ser um bom candidato na prevenção ao câncer”. (J Exp Clin Cancer Res. 2013 Sep 9;32:63.).

Em outro estudo concluíram que ‘Cellfood reduziu o estresse oxidativo intracelular…Cellfood pode ser um coadjuvante útil na prevenção e tratamento de várias condições fisiológicas e patológicas relacionadas com o estresse oxidativo, do envelhecimento à aterosclerose, da neurodegeneração ao câncer.” (Food Chem Toxicol. 2011 Sep;49(9):2292-8)

Cellfood foi útil no tratamento de doenças neurodegenerativas (ex: Alzheimer), apresentando melhorias nos parâmetros oxidativos e metabólicas, além disso, apresentou efeito de quelação de metais, algo importante nesses estados patológicos – Biomed Res Int. 2014;2014:281510.

Cellfood foi eficaz em melhorar os sintomas de fibromialgia, trazendo uma qualidade de vida melhor aos pacientes – Reumatismo. 2007 Oct-Dec;59(4):316-21.

Cellfood foi comprovado em melhorar a capacidade oxidativa mitocondrial, otimizando o metabolismo respiratório e ainda ativando mecanismos antioxidantes na célula, preservando a função endotelial. – J Physiol Pharmacol. 2011 Jun;62(3):287-93.

Logo, diversos benefícios tem sido observados em estudos científicos sérios no uso correto deste suplemento, que pode ser muito útil em diversos tratamentos de doenças, podendo trazer uma melhor qualidade de vida ao paciente.

*Todas as referências estão citadas no corpo da matéria.

Lugol 7% trata câncer de pele, segundo o oncologista Dr. Tullio Simoncini

10592663_1018002764892084_8797615135727971328_n

Em 10 de dezembro de 2014, por Dr. Júlio Caleiro, nutricionista.

“Dr. Tullio Simoncini [Médico Oncologista] afirma:

“Todo tumor da pele [câncer de pele] pode ser completamente removido com tintura de iodo a 7% [LUGOL 7%], pincelando várias vezes (10-20x), uma vez por dia. Ao ser formada a crosta, não retirá-la, tratar de forma contínua e esperar até que caia sem qualquer outra intervenção, exceto a tintura de iodo. Quando a crosta cair pela terceira vez, o paciente está curado.”

O Lugol somente pode ser usado sob prescrição médica ou indicação de nutricionista. Procure um profissional de saúde de sua confiança para avaliar a possibilidade de utilizar o iodo em seu tratamento. Não faça nenhum procedimento terapêutico sem orientação de um profissional de saúde competente. Apresente esta terapia ao seu médico e solicite orientações para eventual aplicação.


Referência:

E-Book: Treatment Essentials, Dr. Mark Sircus, p.480

Esclerose lateral amiotrófica e naltrexona em baixas doses

cerebro6-250x203
Em 09 de dezembro de 2014, por Dr. Júlio Caleiro, nutricionista.
Dois pacientes com esclerose lateral amiotrófica (ELA) avançada experimentaram significante melhora da respiração, comprovada pelo aumento da capacidade vital forçada. Um dos pacientes melhorou 25% dos seus sintomas em dois meses e o outro melhorou 11% dos sintomas. A dose que funcionou melhor foi de 4,5 mg ao deitar e a melhoria da capacidade respiratória continuou estável.
Apresente esta terapia ao seu médico, e solicite orientação médica para que seja aplicada em seu tratamento de saúde.
Referência:
Bihari B First Annual low dose naltrexone conference at the New York Academy of Sciences; June 11, 2005

Progesterona apresenta diversos benefícios à saúde cerebral

Em 04 de dezembro de 2014, por Dr. Júlio Caleiro, nutricionista.

Doutor Donald Stein, neurocientista – PhD, informa que: “claramente, um dos efeitos mais benéficos da progesterona está no edema cerebral. Mais um dos grandes benefícios da progesterona que lhe permite trabalhar em ferimentos no cérebro é que ele atua em uma série de mecanismos diferentes na lesão”.

A progesterona atua não só sobre um receptor específico no núcleo da célula, mas também em diferentes receptores da membrana celular para conseguir diferentes efeitos benefícios na lesão cerebral (Ann Emerg Med. 2007 Apr;49(4):391-402; Brain Res Rev. 2008 Mar;57(2):386-97.Brain Res Rev. 2008 Mar;57(2):493-505.). Em resposta ao dano, as células gliais (são fundamentais para a normal função cerebral) liberam compostos de proteínas conhecidas como citocinas inflamatórias. Isso provoca inflamação, que conduz ao edema, que por sua vez faz com que todo o cérebro inche e funcione de forma anormal.

A progesterona “reduz drasticamente a expressão de genes que desencadeiam células que liberam estas citocinas inflamatórias”, diz Dr. Stein. Estudos em animais demonstraram a progesterona e o seu metabólico alopregnanolona, aumentaram a produção de uma proteína que inibe a reação molecular em cadeia conduzindo ao inchação cerebral (Neurosci Lett. 2007 Sep 25;425(2):94-8.)

Além disso, progesterona regula a proteína chamada ‘aquaporin’ no tecido cerebral lesionado, que auxilia na drenagem do excesso de fluído surgido na região do ferimento (Exp Neurol. 2006 Apr;198(2):469-78.) Ainda, progesterona regula positivamente a expressão de genes que inibem a morte celular, contribuindo para evitar a morte de células cerebrais lesionadas (Brain Res Rev. 2008 Mar;57(2):386-97).

Ademais, as propriedades neuroprotetores e até regenerativas da progesterona incluem seus efeitos sobre a MIELINA (Pharmacol Ther. 2007 Oct;116(1):77-106.). A mielina é um revestimento de proteção ao longo das fibras nervosas, que pode ser lesionada em processos de doenças, como Esclerose Múltipla. Dr. Stein informa que: “no sistema nervoso, a progesterona também estimula as células da medula espinhal e do cérebro a fazer mais mielina. Esta é uma das razões pelas quais os derivados de progesterona estão sendo testados em estudos clínicos na França e Itália para tratar ESCLEROSE MÚLTIPLA (uma doença em que a mielina está danificada ou sua produção é interrompida).

As mulheres com esclerose múltipla que se engravidam tem uma redução acentuada de seus sintomas, que pioram novamente quando a progesterona cai na natalidade. É possível que os sintomas regridem durante a gravidez pois a progesterona estimula a expressão de genes a produzir mais mielina”, diz Dr. Stein.

Informo que a progesterona a ser considerada em uso no tratamento acima, é a progesterona BIOIDÊNTICA (PROGESTERONA BASE), via cremes de ultra-absorção, por meio de PRESCRIÇÃO MÉDICA. Procure um médico de sua confiança que seja especialista em modulação hormonal bioidêntica.

Veja aqui a relação de alguns médicos que aplicam a terapia hormonal bioidêntica:

https://nutricaobrasil.wordpress.com/medicos-terapia-hormonal-bioidentica/

Lifeextension.com

BENEFÍCIOS DA ÁGUA ALCALINA IONIZADA

Em 29 de novembro de 2014, por Dr. Júlio Caleiro, nutricionista.

agua

No Central Hospital in Jilin Cangchun, na China, foi realizado um estudo com 65 pacientes com diabetes e 50 pacientes com dislipidemia que tomaram 2 litros de água alcalina ionizada por 2 meses. Houve uma diminuição significativa da glicemia em 89% dos pacientes com diabetes. Além disso, houve diminuição significativa do triglicerídeo e colesterol total em 92% dos pacientes.

Foi realizado um estudo duplo cego na Universidade de Hiroshima, entre Novembro de 2008 e Setembro de 2009, com 100 pessoas que tomaram 2litros de água alcalina diariamente. Foi encontrado melhora dos níveis de glicose, pressão arterial, colesterol total, LDL e melhora significativa nos níveis de leptina e melhora da constipação.

De janeiro de 1996 a janeiro de 1999 foi conduzido um estudo duplo cego sobre o efeito da água alcalina ionizada em pacientes com sintomas de azia, distensão abdominal, diarreia crônica e constipação. O número de pacientes no grupo da água alcalina ionizada foi de 84 e 79 no grupo de água purificada. Os pacientes tomavam por 2 semanas água com pH de 9,5 ou água purificada. Demonstrou-se que no grupo da água alcalina houve uma melhora significativamente maior nos sintomas do que na água purificada. No grupo de diarreia crônica a melhora no grupo da água alcalina foi de 94,1% enquanto na água purificada foi de 64,7%.

Estudos clínicos sugerem que a água alcalina reduzida melhora o estresse oxidativo relacionado a doenças. Shirahata e Cols demonstraram que a água reduzida diminui os radicais livres e inibem o dano in vitro da lesão do Radical Livre no DNA.

Referências científicas:

1. Gadek, Z., Li, Y., & Shirahata, S. (2006). Influence of natural reduced water on relevant tests parameters and reactive oxygen species concentration in blood of 320 diabetes patients in the prospective observation procedure. In S. Iijima, & K.I. Nishijima (Eds.), Animal cell technology: Basic & applied aspects, Vol. 14 (pp. 377e385).Dordrecht: Springer.

2. Osada, K., Li, Y. P., Hamasaki, T., Abe, M., Nakamichi, N., Teruya, K., et al. (2010). Anti-diabetes effects of Hita Tenryosui water, a natural reduced water. In K. Ikura, et al. (Eds.), Animal cell technology: Basic & applied aspect s, Vol. 15 (pp. 307e313). Dordrecht: Springer

3. Higashikawa, F., Kuriya, T., Noda, M, & Sugiyama, M. (2009). Verification of improving action of mineral water on lipid metabolism in clinical trials. In Abstract book of the 7th meeting of the Japanese

Society of Preventive Medicine (pp. 20).

4. Tashiro, H., Kitahora, T., Fujiyama, Y., & Banba, T. (2000). Clinical evaluation of alkali-ionized water for chronic diarrhea e placebocontrolled double-blind study. Digestion & Absorption, 23, 52 e 56.

5. Hayashi, H.,& Kawamura, M. (2002). Clinical application of electrolyzed-reduced water. In S.Shirahata, et al. (Eds.), Animal cell technology: Basic & applied aspects, Vol. 12 (pp. 31e36).Dordrecht:

Kluwer Academic Publishers.

6. Shirahata, S., Kabayama, S., Nakano, M.,Miura, T., Kusumoto, K.,Gotoh, M., et al. (1997).Electrolyzed-reduced water scavenges active oxygen species and protects DNA from oxidative damage.Biochemical and Biophysical Research Communications, 234,269e274.

Fonte: http://www.psiquiatrianutricional.com.br/site/Artigo%20revis%C3%A3o%20%C3%A1gua%20alcalina.pdf

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 157 outros seguidores