Início » EVIDÊNCIAS » Óleo de hortelã-pimenta pode aliviar sintomas da síndrome do intestino irritável

Óleo de hortelã-pimenta pode aliviar sintomas da síndrome do intestino irritável

Categorias

Anúncios

 

img_1_27_4888

Em 28/07/18, por Dr. Júlio Caleiro, nutricionista.

A síndrome do intestino irritável é uma desordem intestinal comum observada hoje pelos médicos. Aproximadamente 22 milhões de pessoas nos Estados Unidos, 10 à 20% da população mundial sofrem da síndrome do intestino irritável. A síndrome do intestino irritável causa 34 mil hospitalizações, 3,5 milhões de visitas ao consultório médico e 2,2 milhões de prescrições, e 400 mil pessoas se tornam incapacitadas.

A boa notícia é que há vários estudos demonstrando a eficácia do óleo de hortelã-pimenta entérica para este transtorno intestinal. O óleo de hortelã-pimenta foi usado há séculos por sua propriedades anti-espasmódicas. Quando é entregue no cólon por cápsulas com revestimento entérico, o óleo de hortelã-pimenta tem a capacidade de relaxar o músculo liso intestinal. Restaura o tom muscular adequado.

A eficácia do óleo de hortelã-pimenta no alivio de espasmos musculares colônicos foi demonstrada em um estudo. O óleo de hortelã-pimenta reduziu a incidência de espasmos em 40%. O revestimento entérico permitiu que a cápsula dissolvesse no cólon ao invés de dissolver no estômago.

Foi realizado estudo randomizado, duplo-cego, controlado por placebo com 110 pacientes ambulatoriais com síndrome do intestino irritável, sendo 66 homens e 44 mulheres com idades entre 18 e 70 anos. Foram divididos em dois grupos, um grupo tomou uma formulação com óleo de hortelã-pimenta, 3 a 4 vezes ao dia, 15 a 30 minutos antes das refeições, por um mês, e outro grupo placebo. O resultado foram: dos 52 pacientes que tomaram óleo de hortelã, 29 pacientes ficaram livres de dor, 79% tiveram um grande alívio da dor abdominal, 83% apresentaram menor distensão abdominal, 83% reduziram a frequência de fezes e 79% tiveram menos gases (flatulências).

As melhorias dos sintomas após óleo de hortelã-pimenta foram significativamente melhores que o placebo. Não houve efeitos colaterais significativos com óleo de hortelã.

Em um estudo clínico, duplo cego, controlado por placebo, usando uma combinação fixa de óleo de hortelã-pimenta e  alcaravia, 45 pacientes com dispepsia não ulcerosa e a maioria com a síndrome do intestino irritável foram estudados .O grupo de teste tomou uma cápsula três vezes ao dia por um período de quatro semanas. Embora todos os pacientes se queixassem de dor moderada a grave antes do início da terapia, quase metade dos pacientes (42,1%) no grupo de teste estavam livres de dor em apenas duas semanas após terem tomado a terapia combinada.Após quatro semanas de tratamento, 63% dos pacientes estavam sem dor; 89% apresentaram melhora no grupo teste, contra 25% no grupo placebo. Em relação à impressão clínica global, 95% do grupo de teste apresentaram melhora geral em sua condição.

Frisando que a forma de administração do óleo de hortelã-pimenta para esta terapia é essencial para obter os resultados. A forma indicada é em cápsulas com revestimento entérico para ser dissolvido diretamente no intestino. Todavia, qualquer tratamento de saúde deve ser feito sob acompanhamento médico ou nutricional.

Referências científicas:

  1. Liu JH, Chen GH, Yeh HZ, et al. J Gastroenterol1997 Dec 32:6 765-8.
  2. May B, Kuntz HD, Kieser M, Kohler S. Arzneim-Forsch Drug Res.1996; 46(II) 1149-1153.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Contador

%d blogueiros gostam disto: