Início » EVIDÊNCIAS » EGCG TRATA E EVITA A MORTE DO NEURÔNIO MOTOR NA ESCLEROSE LATERAL AMIOTRÓFICA – ELA.

EGCG TRATA E EVITA A MORTE DO NEURÔNIO MOTOR NA ESCLEROSE LATERAL AMIOTRÓFICA – ELA.

Categorias

Publicado em 23 de Julho de 2017 – São Sebastião do Paraíso -MG

Para receber atendimento ou tratamento entre em contato:  

WATSAPP 35 9 8835 4802wats

 EMAIL – juliocaleiro@hotmail.com

 

CHA VERDE

Outros Tratamento Alternativos para E.L.A clique abaixo:

https://nutricaobrasil.wordpress.com/?s=Esclerose+Lateral+&submit=

By, Júlio Caleiro

Tendo em vista a performance promissora de epigalocatequina-3-galato (EGCG) em altas doses,  em estudos de neuroproteção, o presente estudo teve como objetivo verificar se o EGCG protege os neurônios motores em um modelo de Esclerose Lateral Amiotrófica e se ele tem algum efeito no metabolismo do ferro e NA SOD1 ( enzima mutada em ELA) usando o modelo ELISA e Western Blot. Os resultados demonstraram que o EGCG, diminuiu o estresse oxidativo e os neurônios motores ficaram protegidos na cultura organotípica da medula espinhal, podendo assim evitar a progressão da Esclerose Lateral Amiotrófica e REGREDINDO SINTOMAS JÁ INSTALADOS!

O EGCG é um componente NATURAL importante de polifenóis como chá verde e outros, porém no chá as doses são muito pequenas para tratamento de pacientes, as doses via cápsulas são ajustadas para melhores efeitos, conforme a análise em questão. Foi demonstrado em vários estudos que o EGCG e mega-dosagens juntamente com outros suplementos naturais em boas doses, apresentaram potenciais propriedades anti cancerígenas e de neuroproteção. Aqui mostramos que o EGCG atua na proteção do neurônio motor e está associada à regulação também do nível de glutamato na cultura organotípica da medula espinhal além de atuar contra os radicais LIVRES. O EGCG bloqueou a excitotoxicidade do glutamato causada pelo treohidroxaspartato, um inibidor do transportador de glutamato, esta propriedade da EGCG pode ser devido à sua atividade intrínseca, na qual  nenhum outro antioxidante pôde regular o nível de glutamato na mesma condição demonstrando assim benefícios contra E.LA, ( Esclerose Lateral Amiotrófica).

Os pacientes portadores de ELA pode se beneficiar muito com o uso do suplementos supracitado, em doses elevadas que são prescritas pelo profissional habilitado que conheça de terapias naturais alternativas para ELA.

CONCLUSÃO

Em conclusão, EGCG atua na diminuição do glutamato cerebral e leva a uma diminuição dos níveis de estresse oxidativo, levando à proteção do neurônio motor na cultura organotípica de uma medula espinhal, apesar do EGCG atuar sem alterar a regulação da expressão da proteína do metabolismo do ferro e nos defeitos de atuação que da SOD1, sendo a causa direta da ELA.


Referências:

FEBS Lett. 2010 Jul.

Mol Med Rep. 2017 Jul 5


 

Para receber informações, tratamento e atendimento entre em contato no email: juliocaleiro@hotmail.com ou pelo telefone do consultório.

Dr. Júlio Caleiro – 353531-8423


 

 

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Contador

%d blogueiros gostam disto: