Início » EVIDÊNCIAS » A Esclerose Lateral Amiotrófica e Esclerose Múltipla, podem ser tratadas com a Cananabis e o protocolo de várias outras substâncias com excelentes resultados!

A Esclerose Lateral Amiotrófica e Esclerose Múltipla, podem ser tratadas com a Cananabis e o protocolo de várias outras substâncias com excelentes resultados!

Categorias

Publicado em 31 de Dezembro de 2016  – São Sebastião do Paraíso – MG –  

Para receber atendimento ou tratamento entre em contato:

WATSAPP 35 9 8835 4802wats    –  EMAIL –juliocaleiro@hotmail.com

 


 

Envie emails para — > juliocaleiro@hotmail.com

 

A Esclerose Lateral amiotrófica e Esclerose Múltipla, podem ser tratadas com a Cananabis e o protocolo de várias outras substâncias com excelentes resultados!

als-and-medical-cannabis

———————————————————————–

By; Júlio Caleiro – Nutricionista

Existem inúmeros relatos de que muitas pessoas com esclerose múltipla (MS)  e Esclerose Lateral  por muitos anos, se auto-medicaram com a cannabis, e obtiveram alívio dos sintomas associados com MS e também esclerose amiotrófica lateral ( ALS ). Estes relatos foram confirmados por dados de modelos animais e ensaios clínicos, e mais recentemente, sobre a capacidade dos canabinóides em aliviar a espasticidade dos membros, uma característica comum da progressiva MS (e também ALS ) e diminuir muito a neurodegeneração. Os estudos experimentais sobre a biologia do sistema endocannabinoides revelaram que os canabinóides têm eficácia, não só no alívio dos sintomas, mas também como agentes neuroprotetores que pode retardar a progressão da doença e, assim, atrasar o aparecimento de sintomas, alguns casos até mesmo reverter sintomas. Esta revisão bibliográfica discute o que sabemos agora sobre o sistema endocanabinóide que se refere a Esclerose Múltipla e Esclerose Lateral, e também o potencial terapêutico dos uso dos canabinoides como agentes modificadoras da doença e controle sintomático, bem como estratégias terapêuticas futuras incluindo o potencial de retardar a progressão de ambas as doenças. Também vale ressaltar que o uso deve ter a liberação da Anvisa ou da forma Judicial, para que esteja amparado nas leis do país. O uso concomitante de várias outras substâncias que compõe este protocolo de tratamento, devem fazer parte, não usar somente a cannabis de forma isolada, por conseguinte são prescritos para que os efeitos contras as doenças citadas seja realmente eficaz. Caso necessite de um tratamento entrar em contato no email abaixo.

juliocaleiro@hotmail.com


Referência:

1-Handb Exp Pharmacol 2015.

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Contador

%d blogueiros gostam disto: