Início » EVIDÊNCIAS » ELIMINE O CÂNCER E OUTRAS DOENÇAS COM ‘GCMAF’.

ELIMINE O CÂNCER E OUTRAS DOENÇAS COM ‘GCMAF’.

Para receber orientações expressas, ATENDIMENTO À DISTÂNCIA enviar email para – juliocaleiro@hotmail.com

TEL CONSULTÓRIO  – 35 3531 8423

—————————————————————–

By, Júlio Caleiro – Nutricionista – São Sebastião do Paraíso -MG

O que é o colostro?

Antes de conhecermos diretamente o GCMAF, precisamos conhecer o colostro. Colostro é uma forma de leite produzido pela glândulas mamárias nos primeiros dias após o parto O colostro contém anticorpos que protegem o recém-nascido contra bactérias, vírus e vários tipos de doenças.

Anticorpos no colostro – O Colostro de vaca contém imunoglobulina IgG, IgA e IgM, alta concentração de lactoferrina, fator de crescimento, minerais e vitaminas.

As pesquisas sobre o colostro de vaca apresentaram alguns resultados excelentes.

Estimula o sistema imunitário
Prevenção de doenças de gripes e resfriados, infecciosas como Rotavirus
Regula as funções dos intestinos, preso ou diarréia, ainda a disbiose intestinal
Aumenta a força muscular e física
Anti-envelhecimento

koushi

O colostro é semelhante aos componentes sanguíneos
Você pode tomá-lo, quer por via sublingual ou oral
Ativador macrófagos e ajuda a impulsionar o sistema imunológico (produção de GCMAF)

SEGUE UM LINK PARA CONHECER O QUE É GCMAF

https://nutricaobrasil.wordpress.com/2016/04/08/gcmaf-a-proteina-que-combate-o-cancer-e-inumeras-doencas/

———————————————–

Colostro e anti-envelhecimento sobre o sistema imunológico

O sistema imunológico é um sistema que atua na manutenção do corpo saudável. Ele protege contra bactérias e vírus, e também pode exterminar células cancerosas. A função biológica e desempenho físico atingem o seu auge a partir dos 20 anos de idade, diminuindo pela metade aos 40. Com o sistema imunológico enfraquecido com a idade, torna-se mais fácil em ficar doente. Por isso, é importante manter e impulsionar o seu sistema imunológico e mantê-lo jovem de modo que você possa levar uma boa e longa vida.

O papel dos macrófagos

1. Funciona como células NK

A função de macrófagos é como o das células NK que engolem e digerem as células cancerosas, vírus e micróbios. É produzido pela diferenciação de monócitos em tecido, e representam um percentual nas células brancas do sangue. Esta é uma célula amebóide e desempenha um papel importante engolindo e digerindo os restos celulares, substâncias estranhas, microorganismos e células cancerosas. Há dois tipos de diferenciações; macrófagos que incentivam a inflamação chamada macrófagos M1, e macrófagos que atua na reparação de tecidos chamadas macrófagos M2.

Mas recentemente, acredita-se que existiam várias formas ativadas de macrófagos, tais como macrófagos ativados clássicos, sob atuação em feridas e cicatrização, os macrófagos de supressão ou formas ativadas intermediarias de macrófagos. Assim, a diversidade de ativação dos macrófagos ainda permanece desconhecida. Há vários relatos de casos tratando HIV, câncer de mama, câncer de cólon e câncer de próstata, entre os macrófagos ativados. Assim, a avaliação e o reconhecimento sobre os macrófagos ativados começaram a ser o foco de atenção no tratamento de muitos tipos de doenças.

Este é o processo de como os macrófagos ativados destroem as células cancerosas.

Os macrófagos ativados são combinados diretamente com as células cancerosas.
Os macrófagos ativados destroem as células cancerosas, liberando as substâncias químicas tais como peróxido de hidrogênio.

2. Funciona como células dendríticas

macrophage01

macrophage02

Uma vez que os macrófagos toma o antígeno, este liberta citocinas que posteriormente ativam as célula T específicas. Ou seja, o macrófago solta fragmentos de substâncias estranhas após engolir o antígeno já em decomposição, e combina-os com o MHC-Ⅱ nas células e as apresenta sobre a superfície da célula. Isto é chamado de apresentação de antígeno pelos macrófagos.

▲ Os macrófagos estão DESTRUINDO as células cancerosas!

3. Efeito antiangiogênico

macrophage03-2

De acordo com as experiências com animais, identifica-se que o efeito antiangiogênico tem GcMAF. (Ativador de macrófago).

O sinal da apresentação de antígeno por macrófagos é transmitida para um linfócito chamado células T auxiliares. As células T auxiliares maduras expressam a proteína de superfície CD4, e o receptor de células T a proteína do receptor.
Em cada uma das proteínas combina-se com MHC-Ⅱ dos macrófagos e o antígeno apresentado pelos macrófagos, de modo que os macrófagos começam a ser ativado. A estrutura do receptor da célula T é diferente dependendo de cada célula T auxiliar que foi ativada. Apenas uma célula T auxiliar que se encaixa com um fragmento de antígeno apresentado pelos macrófagos que será ativada.

Portanto as células T auxiliares ativadas, ativam os macrófagos através da produção de citocinas tais como a interleucina e linfoquinas, bem como células ativas (B) que reconhecem o mesmo antígeno. As células B ativadas se diferenciam em células produtoras de anticorpos e aumentam, e então produzem anticorpos contra o antígeno, e depois libertá-os. O anticorpo combina especificamente com o antígeno e em seguida engole o complexo por inteiro. Vírus e micróbios por exemplo podem ser engolidos de forma eficiente pelos macrófagos. Enquanto isso as células T continuam a ativar macrófagos, aumentar e diferenciar as células B pela liberação de linfocinas. Portanto, a ativação de macrófagos é um tratamento que faz com que a maior parte do sistema imunitário de cada pessoa volte sua atuação original e eficiente. Além disso, pode-se dizer que este é o tratamento que combina tanto a tratamento de células NK e células dendríticas.

O que é GcMAF?

Esses são os pesquisadores que têm desenvolvido o GcMAF.

colostrum02

Estas são as fotos do Dr. Yamamoto, que desenvolveu primeira geração GcMAF, e o Dr. Hitoshi Hori e Dr. Yoshihiro Uto da Universidade de Tokushima, no centro do desenvolvimento GcMAF no Japão durante os últimos 20 anos.

A história do desenvolvimento GcMaf

1991 Dr.Yamamoto descobriu o cMAF.
1992 Dr.Yamamoto visitou a Universidade de Tokushima.
1998 Dr.Uto entrou para a equipe de desenvolvimento.
2002 O primeiro trabalho de pesquisa foi publicado. (A primeira geração GcMaf).
2010 Universidade de Tokushima e Saisei Mirai começaram a fazer pesquisas e desenvolveram a segunda geração GcMaf juntos.
2011 A segunda geração GcMaf foi produzido no Saisei Mirai celular Culture Center, como ensaio clínico bem como a validação clínica foi iniciada.
2012 Já há 20 anos desde que a pesquisa começou GcMaf na Universidade de Tokushima.
2013 Mais de 1000 casos clínicos com uso da segunda geração do GcMaf foram aplicados em Saisei Mirai.
2014 O terceiro artigo foi publicado em Anticancer Research.
2015 Tokushima universidade e Saisei Mirai sucederam no desenvolvimento de colostro GcMAF pela primeira vez no mundo.
O subtipo dependendo da diferença de cadeia de açúcar GcMaf

Transformação de da proteína Gc em GcMAF! E seus subtipos.

colostrum03 (1)

colostrum04 (1)

N.Yamamoto, et al., J. Immunol., 151,2794-2802, 1993.
GcProteina que é transformada em GcMaf em resposta ao corte de cadeia de açúcar e do β-galactosidase ativado, a partir de células B ativadas e sialidase de células T.

Atividade fisiológica do GcMaf

Existem seis atividades importantes: aceleração da ativação fagocitária, aumento na produção de superóxido, a inibição da vascularização tumoral, a promoção da atividade anti-tumoral e promoção da maturação de células dendríticas. Aumento do número de células mononucleares no sangue, promoção e maturação de células dendríticas; As lâminas abaixo mostram estes casos.

colostrum05

Os GcMAF testes de atividade anti-tumor de primeira geração!

Este é os testes utilizados pelos ratos. O grupo tratado com a primeira geração GcMAF mostra o efeito inibidor do tumor, uma forte comparação com a pessoa não tratada. O tumor não aumentou!

Os GcMaf testes de atividade anti-tumor de segunda geração!

colostrum06

Este é também os testes utilizados pelos ratos. A linha preta mostra o grupo não tratado, e a linha de ponto verde mostra um tratamento com a primeira geração GcMAF. O gráfico mostra claramente que a taxa de sobrevivência foi prolongada em comparação com o tratamento.

COMPONENTES COLOSTRO – GCMAF

componentes

Intestino e tecido linfoide associado

Placa de Peyer, onde há uma abundância de macrófagos. (GALT), ou (tecido linfóide associado ao intestino), existe o maior conjunto de macrófagos no corpo. O colostro MAF visa ativar esses macrófagos diretamente. O Professor Uto, da Universidade de Tokushima, começou a experiência básica do MAF colostro e GALT. E os resultados foram fantásticos!

colostrum07

Atividade fagocitária de colostro GcMAF!

colostrum08

Ao estimular diretamente o sistema linfático perto da parte lesada, os macrófagos são ativado.

Pode ser tomando por via sublingual, por nebulizador, por cápsula, ou por supositórios. Talvez seja mais eficaz estimulação diretamente o sistema linfático perto da parte lesionada por algum câncer. Uma clínica na Suíça tem vindo a utilizar o nebulizador ultra-sônico para tomar GcMAF produzido pelo soro.

colostrum09


Referências – Estão no corpo do Texto.

 


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Contador

%d blogueiros gostam disto: