Início » EVIDÊNCIAS » GABA pode auxiliar pacientes com Esclerose Lateral Amiotrófica, entenda o porquê!

GABA pode auxiliar pacientes com Esclerose Lateral Amiotrófica, entenda o porquê!

cerebro6-250x203

Em 05 de maio de 2015, Dr. Júlio Caleiro,  nutricionista.

Em um estudo, observou-se que em pacientes com Esclerose Lateral Amiotrófica há um desnível dos neurotransmissores GABA e GLUTAMATO presentes no cérebro. Em pacientes com ELA, há uma ação acentuada de GLUTAMATO (neurotransmissor excitatório), e baixos níveis de GABA (neurotransmissor inibitório).

Toda atenção para favorecer esse natural equilíbrio é importante. A doença ELA está essencialmente ligada ao excesso da ação do glutamato no cérebro, que é um neurotransmissor excitatório. Com a restauração dos níveis de GABA, por meio de sua reposição, naturalmente poderá ser encontrado um equilíbrio entre os neurotransmissores, e muitos dos sintomas podem ser aliviados.

Considerando isso, um dos primeiros passos na terapia é observar e compreender este desnível e, sendo o caso, melhorar a concentração de GABA para promover e restaurar o necessário equilíbrio dos neurotransmissores.

A suplementação de GABA em geral deve ser feita na forma sublingual, onde sua absorção é muito superior a forma oral comum. Todavia, sempre com orientação de um profissional de saúde.

Referência científica:

http://www.alzforum.org/news/research-news/brain-imaging-suggests-neurotransmitter-imbalance-als


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Contador

%d blogueiros gostam disto: