Início » EVIDÊNCIAS » Terapia metabólica com a suplementação de Deanna Protocol atrasa a progressão da doença e prolonga a sobrevivência em pacientes com Esclerose Lateral amiotrófica (ALS).

Terapia metabólica com a suplementação de Deanna Protocol atrasa a progressão da doença e prolonga a sobrevivência em pacientes com Esclerose Lateral amiotrófica (ALS).

The-Deanna-Protocol

Publicado em 26 de Dezembro de 2014 – São Sebastião do Paraíso – MG.

Para receber uma orientação expressa envie emails para – juliocaleiro@hotmail.com   Tel consultório – 35 3531 8423

———————————————————————————————–

By – Dr. Júlio Caleiro – Nutricionista –

Terapia metabólica com a suplementação de Deanna Protocol atrasa a progressão da doença e prolonga a sobrevivência em pacientes com Esclerose Lateral amiotrófica (ALS).
Ari C1, Poff AM1, Held HE1, Landon CS1, Goldhagen CR1, Mavromates N1, D’Agostino DP1.

Esclerose Lateral Amiotrófica (ALS), também conhecida como doença de Lou Gehrig, é uma doença neurodegenerativa de neurônios motores que causam fraqueza muscular progressiva, paralisia, e eventual morte devido a insuficiência respiratória. Atualmente, não há cura ou tratamento eficaz para ALS. Além da degeneração dos neurônios motores, ALS está associada com o metabolismo energético prejudicado, o que é fisiopatologicamente ligada à disfunção mitocondrial e excitotoxicidade do glutamato. O protocolo Deanna (DP) é uma terapia metabólica que tem sido relatado em aliviar os sintomas em pacientes com ALS. Neste estudo, a hipótese de que os combustíveis alternativos na forma de intermediários do ciclo TCA, especificamente arginina-alfa-cetoglutarato (AAKG), o principal ingrediente da DP, e da dieta cetogênica (KD), aumentaria a função motora e sobrevivência em modelos animais com ALS (SOD1-G93A). Ratos com ELA foram alimentados com dieta padrão do roedor, ou apenas uma das dietas contendo uma terapia metabólica dos ingredientes principais da DP ( DEANNA PROTOCOL) consistindo de AAKG, ácido gama-aminobutírico, coenzima Q10, e triglicéridos de cadeia média e caprílico. Avaliação da ALS-like foi realizada utilizando um critério pré-definido para a pontuação neurológica, acelerado teste rotarod, teste de resistência aperto de pata, e teste de força. A glicose no sangue e níveis plasmáticos de beta-hidroxibutirato, e peso corporal foram também monitorizados. A Associação em SD + DP em camundongos, apresentaram melhora na pontuação neurológica de idade 116-136 dias, em comparação com ratinhos de controle. Camundongos KD-alimentados exibiram melhor desempenho motor em todos os testes de função motora aos 15 e 16 semanas de idade, em comparação ao grupo controle. A associação SD + DP e terapias KD + DP, aumentou significativamente o tempo de sobrevivência de ratos SOD1 G93A-7,5% (p = 0,001) e 4,2% (p = 0,006), respectivamente. 63% dos ratos no KD + DP e 72,7% do grupo SD + DP viveu últimos 125 dias, enquanto apenas 9% dos animais de controle sobreviveu além desse ponto. A Segmentação do metabolismo energético com a terapia metabólica proposta, produz um efeito terapêutico em ratos com ELA que podem prolongar a sobrevida e qualidade de vida em pacientes com ELA.

———————————————————

Referência:

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25061944


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Contador

%d blogueiros gostam disto: