Início » EVIDÊNCIAS » CANDIDÍASE DE REPETIÇÃO! SAIBA PORQUE OS TRATAMENTOS CONVENCIONAIS PARA CANDIDÍASE SÃO INEFICAZES!

CANDIDÍASE DE REPETIÇÃO! SAIBA PORQUE OS TRATAMENTOS CONVENCIONAIS PARA CANDIDÍASE SÃO INEFICAZES!

 

By Ed, Dr. Júlio Caleiro – Nutricionista  – São Sebastião do Paraíso -MG  – Brasil

Publicado em 18 de Julho de 2014 –

Para uma orientação expressa envia emails para – juliocaleiro@hotmail.com      (Tel consultório – 35 3531-8423).

candida

Milhões de pessoas estão atualmente lutando uma batalha contra um fungo unicelular que não podem ver. Este fungo pertence a uma família de leveduras chamadas Candida albicans, e em circunstâncias normais é inofensiva a nossa pele, intestinos, para as mulheres e homens.

Mas a Candida desenvolve rapidamente, e se o sistema imune estiver fora de equilíbrio principalmente por comer alimentos não saudáveis​​, certos medicamentos, a luta contra uma doença, e outras condições, a Candida pode crescer rapidamente fora de controle. O resultado é uma espantosa variedade de problemas de saúde que podem roubar-lhe a energia, e interferir com a sua capacidade de aproveitar a vida.

O pior é que a maioria dos médicos convencionais não reconhecem o super crescimento e os sintomas da Candida, e são possuem noção sobre como curá-la.

Porque existe o super crescimento ou a candidíase de repetição? É difícil dizer exatamente quantas pessoas podem ser afetadas, mas as estimativas sugerem que até 80 milhões de americanos podem sofrer de problemas relacionados com o fermento – e 70% cento deles são mulheres.

Algumas condições comuns que indicam que você pode ter o super crescimento de Cândida são:

Síndrome do intestino irritável

Vaginite

As alergias alimentares

Enxaqueca

asma

A fadiga crônica

PMS

fibromialgia

infecções fúngicas

câncer

O ganho de peso

depressão

Como você pode ver, a lista é longa e variada e os sintomas imitam aqueles causados ​​por muitas outras doenças.
Se você acha que pode estar sofrendo de um problema relacionado à levedura, continue lendo.

——————————–

Este é um tema muito importante para muitas mulheres, até 75% de todas as mulheres terão uma infecção por fungos em sua vida. Mas por que isso? Eu acredito que uma das razões mais importantes é o consumo excessivo de alimentos processados, ​​e alimentos ricos em açúcar, os quais servem como adubo para o crescimento de leveduras e fungos no corpo. Os contraceptivos orais são também um fator, uma vez que estes hormônios sintéticos ( NÃO BIOIDÊNTICOS) criam um ambiente que é propício para o crescimento de levedura. E, por último mas não menos importante, o uso excessivo de antibióticos que matam tanto boas e más bactérias, e promovem o crescimento de fungos e leveduras descontrolados. Quando estamos falando de Candida, é importante perceber que as infecções fúngicas vaginais não são o único problema de saúde que podem surgir. Na verdade, a fadiga crônica é talvez, uma das doenças mais comuns enraizados na levedura e crescimento de fungos. A levedura pode até ser um fator causador de câncer! Eu sei que soa surpreendente, mas eu publiquei anteriormente um artigo com um vídeo com o Dr. Simoncini, que explica isso de forma muito sucinta no Blog.

Então, como saber se a Candida é a culpada por seus sintomas?

Bem, não é possível saber com certeza, e é justamente por isso que tantas pessoas estão sofrendo desnecessariamente. Se você está sofrendo de algum dos sintomas listados acima, existe uma boa chance da Candida está envolvida. Quanto mais açúcar e grãos que você come, mais o fermento cresce fora de controle. Eventualmente, isso vai enfraquecer o sistema imunológico, o que pode permitir que o fermento possa se infiltrar em vários outros órgãos, e o mais doente ficar.

Como tratar infecções fúngicas vaginais Naturalmente?

Muitas mulheres e homens optam por tratar infecções fúngicas com cremes anti-fúngicos, e quando os sintomas desaparecem, eles assumem que são curados! Na realidade esses cremes apenas tratam os sintomas, e não fará nada sobre o crescimento de levedura subjacente descontrolada. Com infecções fúngicas ou candidíase, as causas subjacentes também estão relacionados com desequilíbrios orgânicos, como equilíbrio do pH, a correlação entre boas e más bactérias. A Levedura não prospera em um ambiente alcalino, de modo que podemos tratar com sucesso uma infecção vaginal por exemplo, equilibrando o Ph na área vaginal o do pênis. Para proporcionar alívio quase imediato para uma infecção vaginal ou peniana descontrolada, você pode tentar qualquer uma destas técnicas totalmente naturais abaixo:

O ácido bórico é uma ótima escolha para finalidade de tratamento local, adequando uma posologia correta para cada indivíduo. Estudos mostram a eficácia do ácido bórico é muito alta, especialmente em mulheres com infecções fúngicas resistentes crônicas – um estudo com 100 mulheres mostrou uma taxa de sucesso de 98% com esta condição. Adequando ao tratamento a vitamina E. Estes devem ser prescritos por profissional da saúde que entendam da terapia.

Dentes de alho dentro vagina na parte da manhã e uma cápsula de acidophilus, também é excelente!Preparação argila bentonítica, chá Arco Pau D , iogurte natural, óleo da árvore do chá e goldenseal e douche duas vezes ao dia, por 7 a 10 dias também é possui ótimos efeitos. Mergulhar um tampão diluíndo óleo de tea tree em porcentagens ideais, é outra alternativa com resulta com sucesso. A fim de impedir o crescimento de levedura, é preciso criar um ambiente que faz com que seja mais difícil para o fungo prosperar. Normalmente, você pode fazer isso e fazer as seguintes alterações de estilo de vida:

Realize uma dieta específica e Exercícios físicos com orientação profissional – Uma dieta rica em carnes, frango, ovos, sementes e nozes, vegetais e óleos saudáveis ​​(faixa livre e orgânica) -, evitar açúcares e alimentos ricos em carboidratos – restringir a quantidade de combustível para a levedura, que básicamente são os carboidratos. Idealmente, você também deve fazer uma dieta em sintonia com o seu tipo nutricional, onde analiso e aplico em consulta.
Alimentar-se em abundância de lactobacilus específicos indicados em consulta para da caso, a ingestão de probióticos como um suplemento probiótico de alta qualidade ou pela ingestão de alimentos cultivados e fermentados, como natto e chucrute. Estes contêm as bactérias boas que mantêm seu trato gastrointestinal e a vagina saudáveis, e acabará por substituir a Candida.

Evite exposição a produtos químicos e medicamentos – antibióticos, corticosteróides e pílulas, este todos precisam ser evitados. Tintas, produtos de limpeza, perfumes e aromas também podem causar reações alérgicas e sensibilidades químicas, que são muito comuns em pessoas com crescimento de levedura.
As questões emocionais e problemas psicológicos devem ser sanados através de Terapias holísticas e psicoterapia – os desejos por alimentos especialmente aqueles os doces, muitas vezes são exacerbados pela dependências emocionais.

Restrições alimentares essenciais para o controle de levedura.

Porque levedura se multiplica tão rapidamente, é necessário restringir não só açúcar puro, mas carboidratos refinados em sua dieta, e alguns outros a base de leveduras como:

álcool
Vinagre (e alimentos como mostarda e molho de salada contendo vinagre)
pão
Cenoura, batata e beterraba (legumes ricos em açúcar)
Frutas são importantes para evitar se você tem esse problema, pois o açúcar na fruta tipicamente piora aqueles que estão sofrendo com infecções fúngicas. Frutas podem ser retomadas assim que o fermento está sob controle.
Amendoim e milho (que muitas vezes contêm molde)
Cogumelos (fungos)
queijos maturados
Lembre-se também que a principal fonte de calorias na América não é o açúcar comum, mas xarope de milho (HFCS), que está incluído na maioria dos todos os alimentos processados ​​e deve ser evitado.
———————————————-

DR. J. MERCOLA MD.

Referência:
-Could Candida Be Sabotaging Your Health?


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Contador

%d blogueiros gostam disto: