Início » EVIDÊNCIAS » Oitenta por cento (80%) dos pacientes com doenças artríticas autoimunes (artrite reumatóide, lúpus, etc) tem sinais de uma infecção, diz o médico Dr. David Brownstein

Oitenta por cento (80%) dos pacientes com doenças artríticas autoimunes (artrite reumatóide, lúpus, etc) tem sinais de uma infecção, diz o médico Dr. David Brownstein

injecao-artrite-shutterstock (1)

Em 18 de outubro de 2013, por Dr. Júlio Caleiro, nutricionista. 

Dr. David Brownstein, médico norte-americano, autor do livro’ Overcoming Arthritis’ (Superando a Artrite), é graduado pela Universidade de Michigan e Wayne State University School of Medicine. É professor clínico de Medicina da Wayne State University School of Medicine. É membro da Academia de Médicos de Família, da Academia Americana de Medicina Preventiva e da Sociedade de Acupuntura de Michigan e da Academia Americana de Acupuntura Médica.

Abaixo, colho importantes trechos de uma entrevista rica em informações concedida pelo Dr. David Brownstein, em que abordou a relação entre os sintomas da artrite reumatóide e as condições da tireóide, e os tratamentos que podem ser úteis.

Mary Shomon: Quais os sintomas de artrite você ouve com freqüência relatados pelos pacientes com problemas de tireóide?

Dr. David Brownstein:“Muitas vezes os pacientes com distúrbios da tireóide queixam-se de dor e inchaço nas articulações. Os pacientes descrevem dificuldade em conseguir mover suas articulações de forma livre, em especial na parte da manhã. As pessoas também reclamam e inchaço de suas articulações. Eu ouço queixas como estas mais e mais em minha prática. Há mais de 50 anos, a ligação entre problemas de tireóide e artrite tem sido conhecido.

Mary Shomon : Em seu livro , Superando a Artrite, você descreve como certas infecções podem estar na raiz de ambas as doenças autoimunes , incluindo Tireoidite de Hashimoto  e doenças artríticas . Você pode nos contar um pouco mais sobre esse conceito ?

Dr. David Brownstein: Na medicina convencional , não há nenhuma explicação para as causas das doenças autoimunes (por exemplo , artrite reumatóide , Hashimoto ‘ , Graves, tiroidite , etc) Se você não entender a causa de uma doença, então como você pode fazer um regime de tratamento apropriado?

A experiência tem mostrado que muitos indivíduos que sofrem de doenças autoimunes tem, frequentemente, um componente subjacente [oculto] infeccioso. A teoria de uma causa infecciosa para a artrite tem sido falada desde 1899, quando uma forma de artrite em bovinos foi diagnosticada como sendo causada por uma bactéria. Nos seres humanos, essa idéia foi desenvolvida na década de 1930, por um reumatologista, Dr. Thomas Brown. Dr. Brown foi capaz de isolar uma bactéria, a bactéria Mycoplasma, a partir das articulações das pessoas que sofrem de artrite reumatóide. Depois de isolar a bactéria, Dr. Brown começou a tratar seus pacientes com antibióticos  dirigidos contra esta bactéria, e ele notou um fenômeno interessante. Seus pacientes realmente melhoraram. Naquela época, as pessoas com artrite não melhoravam com a medicina convencional (que é semelhante ao que acontece hoje com os pacientes com artrite reumatóide tratados com a medicina convencional).

Quando li a pesquisa do Dr. Brown, eu imediatamente comecei a pensar sobre meus pacientes que sofriam de doenças autoimunes, incluindo pacientes com problemas de tireóide. Comecei a testar os meus pacientes para infecções bacterianas 8 anos atrás, e descobri que uma parcela significativa destes pacientes apresentavam sinais de infecção. No caso de pacientes da tireóide (por exemplo, aqueles com Tireoidite de Hashimoto), a infecção foi localizada na glândula da tireóide.

Em minha experiência, 80% dos pacientes com doenças artríticas autoimunes (ou seja, artrite reumatóide, lúpus, Sjögren, e etc) e aproximadamente 70% das pessoas com doenças autoimunes da tireóide (ou seja: tireoidite de Hashimoto) tem sinais de uma infecção. Isso faz sentido para mim. Talvez esses indivíduos tinham uma infecção bacteriana (por exemplo, Mycoplasma), que o corpo não era capaz de limpar. Os micoplasmas são pequenas bactérias que podem permanecer no interior das células do organismo. Devido a isto, as células do sistema imunitário não são capazes de atacar diretamente as bactérias. A fim de libertar o corpo das bactérias, as céluas do sistema imunitário, muitas vezes, atacam os próprios tecidos do corpo, que foi infectado com o organismo.

No exemplo de infecções da tireóide, o organismo produz anticorpos contra a sua própria glândula tireóide. Isso explicaria porque a glandula de tireóide torna-se inflamada em doenças autoimunes [da tireóide], bem como porque o corpo iria produzir anticorpos contra a glândula em particular. Eu acredito que esta hipótese é verdadeira para muitas doenças autoimunes.

(…)

Usando um suporte nutritivo (isto é, vitaminas, minerais, ervas) descobri que doses muito baixas de antibióticos pode permitir que o sistema imune vença a infecção. Na verdade, não uso os antibióticos todos os dias. Geralmente, 2 à 3 dias por semana é suficiente. A bactéria mais comum para isolar é o Mycoplasma. O antibiótico que entendo mais indicado é a tetraciclina (ou doxiciclina), que efetivamente tratam infecções por micoplasma.

Mary Shomon: Existe uma ‘dieta autoimune’ ideal para pacientes com doenças autoimunes e ou com sintomas da artrite?

Dr. David Brownstein: Uma alimentação saudável é fundamental para alcançar a saúde ideal, bem como permitir superar uma doença crônica. É impossível alcançar a saúde ideal alimentando da dieta americana padrão. Acredito que a retirada de ácidos graxos-trans, alimentos nutricionalmente deficientes, açúcares refinados e farinhas (e outros) é absolutamente necessário  para permitir o início do processo de cicatrização. Além disso, todos os edulcorantes artificiais (especialmente Aspartame) tem de ser removidos. Eu tenho visto muitos pacientes  melhorarem a saúde de forma considerável removendo adoçantes artificiais, como o aspartame.

Acho que os problemas autoimunes e infecções podem começar pela ingestão de dietas pobres. Uma dieta pobre leva a deficiências nutricionais e problemas do sistema imune, que pode definir o cenário para que ocorram as infecções. Deve-se comer alimentos integrais, que contenham agentes curativos (vitaminas, minerais, enzimas, e etc) e beber quantidade adequada de água.

(…)

Acredito que a desidratação é o número um em problemas de saúde que afeta os americanos hoje. Nossos corpos são feitos de mais de 70% de água. Sem beber bastante água, o sistema imunológico não pode funcionar normalmente  e isso vai definir o cenário para o desenvolvimento de problemas infecciosos e problemas autoimunes.

(…)

Noventa por cento (90%) dos pacientes que sofrem de uam doença crônica tiveram uma longa história de desidratação. O primeiro passo para proporcional o corpo com as matérias-primas necessárias para curar a si próprio, é hidratá-la.

(…)

Eu gostaria de alertar aqueles que sofrem com problemas autoimunes, que você não tem que sofrer com a doença. Ao dar ao corpo as matérias-primas básicas (vitaminas, minerais, água e etc), a verdadeira cura pode ocorrer. A dependência de drogas terapêuticas tem sido um fracasso no tratamento de muitas destas doenças. Muitas terapias medicamentosas (ex: anti-inflamatórios não esteróides) realmente causam doenças autoimunes e artríticas e agravam-se ao longo do tempo. Ao utilizar uma abordagem holística, pode-se superar estas doenças e alcançar a saúde ideal. Eu sempre digo aos meus pacientes: “Não desistam da esperança”. Os pacientes precisam tomar o controle de suas decisões de saúde. Eles precisam se educar e tomar suas próprias decisões informadas.

Fonte:

http://www.thyroid-info.com/articles/brownstein.htm


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Contador

%d blogueiros gostam disto: