Início » EVIDÊNCIAS » A saúde mitocondrial determina o tempo e qualidade de vida da pessoa

A saúde mitocondrial determina o tempo e qualidade de vida da pessoa

longevidade

Em 08 de agosto de 2013, por Dr. Júlio Caleiro, nutricionista. Fone do consultório: (35) 3531-8423.

Alguma vez já se perguntou quanto tempo você vai viver? A resposta provavelmente poderá ser encontrada nas capacidades celulares produtoras de energia chamadas de MITOCÔNDRIAS.

De acordo com um número crescente de biólogos celulares, o número e a funcionalidade das mitocôndrias determinam o tempo de vida da pessoa, isto é, sua longevidade (Pflugers Arch. 2010 Jan;459(2):277-89.; Curr Aging Sci. 2009 Mar;2(1):12-27; Clin Sci (Lond). 2004 Oct;107(4):355-64).

Quando somos jovens, estamos relativamente protegidos contra a deterioração mitocondrial, e ao envelhecermos, as mudanças dentro de nossas células levam à destruição das mitocôndrias, o que abre caminho para o envelhecimento e doenças (Ann NY Acad Sci. 1998 Nov 20;854:155-70; Mutat Res. 2002 Nov 30;509(1-2):127-51.; Free Radic Biol Med. 2000 Aug;29(3-4):222-30.; Exp Biol Med (Maywood). 2002 Oct;227(9):671-82; PNAS. 2001;98(18):10469-74.).

Em 2007, os cientistas fizeram uma descoberta sobre reversão notável da idade. Danos ao DNA mitocondrial tornam se permanentes após uma década do início da disfunção mitocondrial, e este dano é reversível (Curr Opin Clin Nutr Metab Care. 2007 Nov;10(6):688-92.).

Há três passos que podem restaurar a saúde mitocondrial do corpo, que são:
1. aumentar as defesas naturais do DNA mitocondrial do corpo por meio da Coenzima Q10 – CoQ10;
2. estimular a criação de novas mitocôndrias com PQQ – pyrroloquinoline quinone;
3. apoiar o sistema de defesa mitocondrial do corpo com “Shitajit”.

Aqui, trataremos, inicialmente, a ação da Coenzima Q10. Em outras oportunidades, abordaremos as duas seguintes substâncias, PQQ e Shitajit.

Por que as mitocôndrias são tão importantes?

Segundo o médico, Dr. Lair Ribeiro, PhD cardiologista e nutrólogo, a tendência é considerar que as ‘mitocondriopatias’ são a base de TODAS as doenças.

Encontrada no interior das células do corpo, as mitocôndrias são responsáveis pela produção de nossa principal fonte de energia, o trifosfato de adenosina(ATP). A ATP fornece, pelo menos, 95% da energia celular que alimenta TODAS as funções da vida. Todavia, um subproduto de geração de energia chamado de radicais livres atacam a estrutura da membrana celular. As mitocôndrias são os alvos mais fáceis de danos dos radicais livres, já que elas estão localizadas onde estes radicais livres são produzidos.

Os estudos indicam fortemente que ao longo do tempo, os danos acumulados ao DNA das mitocôndrias resultam em distúrbios metabólicos (tais como diabetes) e doenças degenerativas (tais como o Azheimer) – Lancet. 1989;1(8639):642-5; Toxicol Appl Pharmacol. 2006 Apr 15;212(2):167-78; Diabetes. 2013 Mar;62(3):672-8.; Acta Neuropathol. 2012 Aug;124(2):199-20; Prog Neuropsychopharmacol Biol Psychiatry. 2011 Mar 30;35(2):320-30). Disfunção mitocondrial ocorre principalmente em órgãos e tecidos que tem alta demanda por energia, e isso explica o motivo do tecido cardiovascular e os neurônios do cérebro estarem entre os mais suscetíveis (Am J Pathol. 2009 Sep;175(3):927-39.).

Quando somos jovens, estamos bastante protegidos contra a deterioração mitocondrial porque nossos corpos produzem substancias para defender as mitocôndrias do ataque dos radicais livres. No entanto, à medida que envelhecemos, essa proteção diminui, nos preparando para um ciclo destrutivo que acelera o envelhecimento e doenças. Os jovens não tem praticamente nenhum dano mitocondrial (PNAS. 2001;98(18):10469-74.; Proc Natl Acad Sci USA. 2005 Apr 12;102(15):5618-23; Ann N Y Acad Sci. 1998 Nov 20;854:202-13; Acta Neuropathol. 2012 Feb;123(2):157-71)

Assim, os cientistas descobriram uma chave para retardar e até mesmo reverter o processo “natural” de envelhecimento, que seria uma substancia a qual visa revitalizar a proteção mitocondrial em face de radicais livres (Acta Neuropathol. 2012 Feb;123(2):157-71). Eles descobriram esta solução mitocondrial em uma substancia que já poderia estar em sua dieta: coenzima Q10.

Coenzima Q10 protege as mitocôndrias. Os cientistas estabeleceram que a coenzima Q10 é um nutriente essencial para a função normal mitocondrial, ou seja, produção e transferência de energia (J Inherit Metab Dis. 2013 Jan;36(1):63-73; Biochim Biophys Acta. 2005;1706:174-83.; Hum Mol Genet. 2007;16:1091-7.). Quando caem os níveis de CoQ10, há disfunção mitocondrial (J Inherit Metab Dis. 2013 Jan;36(1):63-73.).

Estudos descobriram que quando as células ou organismos são deficientes em CoQ10, a ação oxidativa mitocondrial aumenta o estresse e o envelhecimento é acelerado (Nutrition. 2012 Nov-Dec;28(11-12):1200-3.) A suplementação provoca um significativo abrandamento do processo de envelhecimento e promove longevidade (Exp Gerontol. 2012 Mar;47(3):276-9; Mech Ageing Dev. 2004 Jan;125(1):41-6.).

Um estudo com ratos, comprovou-se que quando suplementados com CoQ10, houve um aumento de 24% da vida útil máxima e um aumento de 11,7% na media de vida. Em termos humanos, com base na expectativa de vida de 78,5 anos, esse aumento é traduzido em uma média de 9 anos de aumento na esperança de vida ( http://www.cdc.gov/nchs/fastats/lifexpec.htm. Accessed May 14, 2013.)

A CoQ10 age em um conjunto multi-alvo de mecanismos epigenéticos que não só o envelhecimento, mas também protegem as mitocôndrias relacionadas a uma variedade de doenças (J Med Food. 2011 Apr;14(4):391-7; Exp Gerontol. 2007 Aug;42(8):798-806; Nutrition. 2012 Jul;28(7-8):767-7). Estudos mostram que a CoQ10 protege contra distúrbios de saúde, como doenças neurogenerativas (J Geriatr Psychiatry Neurol. 2012 Mar;25(1):43-50.) , melhora a função pulmonar (Biofactors. 2005;25(1-4):235-40; Clin Investig. 1993;71(8 Suppl):S162-6), protege contra os efeitos da glicose elevada no diabetes e síndrome metabólica (Biofactors. 2012 Nov-Dec;38(6):416-21; Blood Coagul Fibrinolysis. 2009 Jun;20(4):248-51; Eur J Clin Nutr. 2002 Nov;56(11):1137-42.), oferece defesa impressionante contra doença cardiovascular (J Card Fail. 2006 Aug;12(6):464-72; Atherosclerosis. 2011 Jun;216(2):395-401; Kardiologiia. 2011;51(6):26-31).

Estudos em animais demonstraram que a suplementação com CoQ10 reduziu o estresse oxidativo [geradora de inflamação corporal] e reduz a formação de placas de beta-amilóide (associada com a doença de Alzheimer), resultando numa melhoria significativa do desempenho cognitivo e memória (J Alzheimers Dis. 2008 Jun;14(2):225-34; J Mol Neurosci. 2008 Feb;34(2):165-71; J Mol Neurosci . 2010 May;41(1):110-3; J Alzheimers Dis. 2011;27(1):211-23).

Estudos em humanos, 4 à 6 semanas de suplementação de CoQ10 foi comprovado em melhorar a função sistólica cardíaca e fração de ejeção (J Card Fail. 2006 Aug;12(6):464-72; Atherosclerosis. 2011 Jun;216(2):395-401). Em um estudo de 5 anos com idosos, a CoQ10 combinado com selênio reduziu a taxa de mortalidade por doença cardiovascular em mais da metade! (Alehagen U, Johansson P, Bjornstedt M, Rosen A, Dahlstrom U. Cardiovascular mortality and N-terminal-proBNP reduced after combined selenium and coenzyme Q10 supplementation: A 5-year prospective randomized double-blind placebo-controlled trial among elderly Swedish citizens. Int J Cardiol. 2012 May 22.)

Autores de um estudo concluíram que a “CoQ10 é um avanço científico no tratamento da insuficiência cardíaca crônica” (Int J Tissue React. 1990;12(3):155-62.).

Por fim, sugiro que assistam o trecho desta aula ministrada pelo Dr. Lair Ribeiro:

Aplique os fundamentos da nutrição funcional em sua vida!

*Todas as referências científicas foram citadas no corpo do texto.
– Lifeextension.com


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Contador

%d blogueiros gostam disto: