Início » EVIDÊNCIAS » Chá Verde promove perda de peso de modo efetivo e saudável

Chá Verde promove perda de peso de modo efetivo e saudável

PARA “INDICAÇÃO EXPRESSA” ENVIE EMAIL PARA – juliocaleiro@hotmail.com
———————————–

perda_peso

By Dr. Júlio Caleiro, nutricionista. Fone do consultório: (35) 3558-1919.

Um estudo realizado pela Universidade de São Paulo – USP, liderada pela pesquisadora Gabrielle Aparecida Cardoso, verificou-se que o consumo de chá verde(Camellia sinensis) promoveu uma significativa perda de peso nas participantes desta pesquisa. No estudo, foram divididos em grupos de mulheres que:

1. Ingeriram chá verde sem atividade física;
2. Ingeriram placebo sem atividade física; o
3. Ingeriram chá verde com atividade física;
4. Ingeriram placebo com atividade física.

Após dois meses, o grupo que ingeriu o chá verde sem atividade física perdeu peso em média de 5,7 kg, com redução da circunferência de cintura de 5.7cm. O grupo placebo que não realizou atividade física não perdeu peso, e ainda, este grupo apresentou ganho de massa gorda em 2,1%. Observe que o chá verde promoveu perda de peso e redução de circunferência de cintura nas participantes que sequer realizaram atividade física, algo, realmente, surpreendente.

Agora analisaremos os resultados dos grupos que realizaram atividade física, um usando chá verde e outro placebo. O grupo que ingeriu o chá verde com atividade física teve a composição corporal modificada: com perda de gordura e ganho de massa muscular. Verificou-se que as diferenças entre os dois grupos foram significativas, o grupo do chá verde tiveram resultados muito melhores que o grupo placebo, quanto a perda de gordura e ganho de músculos. Houve uma perda de gordura em 10,3% contra 4,4% do grupo placebo (que também realizou atividade física), e redução da circunferência da cintura em 9,2cm contra 2,4cm do grupo placebo. As diferenças entre os dois grupos foram bastante relevantes!

Esses resultados constatados pela equipe de pesquisadores da USP, comprova o efeito termogênico do chá verde. A pesquisadora Gabrielle concluiu que: “Seu consumo aliado à prática de exercício físico auxilia na redução do triglicérides, ganho de força muscular, ganho de massa magra e na redução da massa gorda. O aumento da força muscular é maior quando o chá verde é consumido anterior à prática dos exercícios propostos”.

É bom ressaltar que este não é o único estudo relatando uma melhora no metabolismo ou perda de peso/gordura promovida pelo consumo de chá verde. Há outros estudos indicando o mesmo efeito. Citarei mais alguns.

Um estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition descobriu que o extrato de chá verde aumentou significativamente o gasto de energia (uma medida do metabolismo) em adultos, além de aumentar a queima de gordura. Quando os homens fizeram a suplementação com chá verde, três vezes ao dia, o gasto energético de 24 horas aumentou em 4%! Os homens suplementados com o chá verde tiveram uma queima de 79 calorias por dia a mais que os homens que não realizaram a suplementação. O aumento do gasto de energia veio de queima de gordura (Am J Clin Nutr. 1999 Dec;70(6):1040-5.).

E mais outro estudo, o uso de chá verde em adutos moderadamente obesos, após 3 meses, resultou em uma redução de 4,5% no peso corporal e diminuição de 4,5% na circunferência da cintura (Phytomedicine. 2002 Jan;9(1):3-8).

O médico Dr. Mark Hyman, autor do livro ‘Ultrametabolism’, informa que “o chá verde é termogênico e pode ajudar a acelerar o metabolismo e promover o emagrecimento”.

Todavia, vale ressaltar, que a dose do chá verde deve ser indicada na forma correta e individualizada. Há momentos adequados para sua ingestão e inserção no programa alimentar. Caso contrário, corre-se o risco de os efeitos não serem os melhores esperados, ou ainda, trazer efeitos indesejados. Em razão disso, faça esta suplementação com acompanhamento de um nutricionista ou médico, para que avalie, inclusive, a qualidade do produto a ser utilizado para esse fim.

Referências:

1. Cardoso, Gabrielle Aparecida. Efeito do consumo de chá verde aliado ou não ao treinamento de força sobre a composição corporal e taxa metabólica de repouso em mulheres com sobrepeso ou obesas (link: http://www.usp.br/agen/?p=71504)
2. Dulloo AG, Duret C, Rohrer D, et al. Efficacy of a green tea extract rich in catechin polyphenols and caffeine in increasing 24-h energy expenditure and fat oxidation in humans. Am J Clin Nutr. 1999 Dec;70(6):1040-5.
3. Chantre P, Lairon D. Recent findings of green tea extract AR25 (Exolise) and its activity for the treatment of obesity. Phytomedicine. 2002 Jan;9(1):3-8.
4. Ultrametabolism: The Simple Plan for Automatic Weight Loss. Mark Hyman. M.D.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Contador

%d blogueiros gostam disto: