Início » EVIDÊNCIAS » Uso de medicamentos para dormir aumenta os riscos de morte em cinco vezes

Uso de medicamentos para dormir aumenta os riscos de morte em cinco vezes

prog_insonia

By Dr. Júlio Caleiro, nutricionista. Fone do consultório: (35) 3558-1919.

Pessoas que fazem uso constante de medicamentos para dormir apresentam mais do que cinco vezes o risco de morte se comparados aos que não utilizam medicamentos. É o que diz a pesquisa publicada no British Medical Journal (BMJ).

Isso não é só.

Verificou-se que os riscos para a saúde aumentam em vários sentidos, não importando a quantidade de pílulas ingeridas. Quatro pílulas em um ano é uma dose suficiente para aumentar em três vezes o risco de morte. Dezoito pílulas por ano quadruplicará esse risco.

E qual a solução para quem sofre de insônia?

A insônia pode ter uma causa multifatorial, algo que pode ser realmente tratado se conhecida a causa. Adotar hábitos saudáveis de vida é o primeiro passo para tratar de distúrbios de sono (ex: atividades físicas regulares e boa ingestão de água). Além disso, de maneira geral, os seguintes suplementos apresentam uma eficácia cientifica comprovada na indução de um sono natural, gerando, assim saúde:

1. MELATONINA (substância produzida na glândula pineal durante a noite) pode auxiliar na produção de um sono saudável, independentemente da causa da insônia. Uma revisão de 15 estudos do sono em adultos saudáveis, cientistas verificaram que a administração de melatonina reduziu significativamente a latência do sono (quantidade de tempo necessário para adormecer) enquanto aumentou a eficiência do sono (porcentagem de tempo gasto na cama dormindo) e aumento da duração total do sono.

2. TRIPTOFANO: Diversos estudos relatam uma melhoria na qualidade do sono após suplementação com triptofano(J Psychiatr Res. 1982;17(2):107-13; Psychopharmacology (Berl). 1983;80(2):138-42). Mesmo utilizando baixas doses de triptafano, comprovou-se que sua suplementação aumentou a qualidade do sono por alongar a quantidade de tempo gasto em fase mais profunda do sono (J Nerv Ment Dis. 1979 Aug;167(8):497-9).

3. MAGNÉSIO: muito dos casos de insônia ocorre em casos de grande ansiedade. Um dos principais minerais que pode auxiliar significativamente no Transtorno de Ansiedade Generalizada é o MAGNÉSIO (Curr Med Res Opin. 2004 Jan;20(1):63-71).

4. VALERIANA: Além do magnésio, o fitoterápico VALERIANA (Valeriana officiaonalis), na forma de extrato, tem sido utilizado com muita eficácia na redução de ansiedade. Em estudos clínicos recentes, tem sido demonstrado que uma certa dose diária de extratos de raiz de valeriana é tão eficaz como o medicamento Diazepam na redução da ansiedade (Phytother Res, 2002; 16(7): 650–54; Phytomedicine, 2006; 13(6): 383–87; Nepal Med Coll J, 2007; 9(1): 36–39; Phytother Res, 2006; 20(2): 96–102). O extrato de valeriana utilizado junto com Melissa officinalis (outra erva que combate a ansiedade) suprimiu de forma significativa a ansiedade em seres humanos.

Referências:
1. Sleep May 1, 2010; 33(5): 585-92
2. Treating insomnia: use of drugs is rising despite evidence of harm and little meaningful benefit. BMJ 2004; 329:1198-1199. – See more at: http://www.drrondo.com/tomando-remedios-para-dormir-voce-esta-fazendo-isso-errado#sthash.AKJBQb4k.dpuf
3. The Treatment of Sleep Disorders with Melatonin”. Developmental Medicine and Child Neurology, 1994; 36:97-107. –
4. Brzezinski A, Vangel MG, Wurtman RJ, et al. Effects of exogenous melatonin on sleep: a meta-analysis. Sleep Med Rev. 2005 Feb;9(1):41-50.
5. Andreatini R, Sartori VA, Seabra ML, Leite JR: sEffect of valepotriates (valerian extract) in generalized anxiety disorder: a randomized placebo- controlled pilot study. Phytother Res, 2002; 16(7): 650–54
6. Muller SF, Klement S: A combination of valerian and lemon balm is effective in the treatment of restlessness and dyssomnia in children. Phytomedicine, 2006; 13(6): 383–87
7. Kennedy DO, Little W, Haskell CF, Scholey AB: Anxiolytic effects of a combination of Melissa officinalis and Valeriana offi cinalis during laboratory induced stress. Phytother Res, 2006; 20(2): 96–102
8. Bhattacharyya D, Jana U, Debnath PK, Sur TK: Initial exploratory observational pharmacology of Valeriana wallichii on stress management: a clinical report. Nepal Med Coll J, 2007; 9(1): 36–39
9. http://www.drrondo.com/tomando-remedios-para-dormir-voce-esta-fazendo-isso-errado


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Contador

%d blogueiros gostam disto: