Início » EVIDÊNCIAS » Não consegue ENGRAVIDAR? HIPOTIREOIDISMO pode ser a principal causa!

Não consegue ENGRAVIDAR? HIPOTIREOIDISMO pode ser a principal causa!

nao-consigo-engravidar

By Dr. Júlio Caleiro, nutricionista. Fone do consultório: (35) 3531-8423.

Um estudo indica que o hipotireoidismo (baixa/deficiência na produção dos hormônios pela tireóide) nas mulheres está associado com irregularidades menstruais e infertilidade. O tratamento nutricional adequado pode regularizar o ciclo menstrual e melhorar a fertilidade.

Como detectar o hipotireoidismo?

O hipotireoidismo pode ser detectado medindo a temperatura basal imediatamente ao acordar pela manhã. A temperatura normal fica entre 36.5° à 36.8° Celsius. A temperatura constantemente abaixo dos 36.5° medida imediatamente ao acordar pela manhã, por 5 dias consecutivos, é indicativa de hipotiroidismo. O termômetro seguro para essa medição é o termômetro basal de mercúrio.

Esse teste deve ser avaliado juntamente com o exame de sangue, que verifique os níveis de TSH, T4 e T3.

Quanto maior o TSH, mais descompensada é a sua tireoide. Muitos médicos só iniciam o tratamento quando o TSH está acima de 4,5 mUI/L. Todavia, de acordo com os estudos mais atuais, o TSH deve estar abaixo de 2.0 mUI/L como referência segura de uma tireóide saudável.

O tratamento nutricional apresenta um resultado eficaz na melhoria das funções da tireóide, por meio da inclusão na alimentação de seus elementos essenciais de funcionamento, dentre eles, doses corretas de iodo, selênio, vitamina C, zinco, L-tirosina, e o conhecido óleo de coco. Há relatos que o óleo de coco pode aumentar em até 20% a atividade natural da tireóide (Assista essa palestra do médico Dr. Wilson Rondó: http://www.youtube.com/watch?v=Xbv0huucWMQ).

Além disso, é importante registrar que o suplemento 7-KETO (metabólico do DHEA) aumenta a produção dos hormônios da tireóide, auxiliando de forma significativa pacientes com hipotireoidismo (Physiol Res. 2006;55(1):49-54. Epub 2005 Apr 26; Curr Therap Res. 2000;61(7):435-42.)

Agende sua consulta!

Referências:
1. Joshi JV, Bhandarkar SD, Chadha M, et al. Menstrual irregularities and lactation failure may precede thyroid dysfunction or goitre. J Postgrad Med. 1993 Jul-Sep;39(3):137-41.
2. Poppe K, Velkeniers B, Glinoer D. Thyroid disease and female reproduction. Clin Endocrinol (Oxf). 2007 Mar;66(3):309-21.
3. Benvenga S, Ruggeri RM, Russo A, Lapa D, Campenni A, Trimarchi F. Usefulness of L-carnitine, a naturally occurring peripheral antagonist of thyroid hormone action, in iatrogenic hyperthyroidism: a randomized, double-blind, placebo-controlled clinical trial. J Clin Endocrinol Metab. 2001 Aug;86(8):3579-94.
4. Sehnert KW, Croft AC. Basal metabolic temperature vs. laboratory assessment in “posttraumatic hypothyroidism”. J Manipulative Physiol Ther. 1996 Jan;19(1):6-12.
5. Pollock MA, Sturrock A et al. Thyroxine treatment in patients with symptoms of hypothyroidism but thyroid function tests within the reference range: Randomised double blind placebo controlled crossover trial. BMJ. 2001 Oct 20;323(7318):891–5.
6. Vanderpump MP, Tunbridge WM et al. The incidence of thyroid disorders in the community: A twenty-year follow-up of the Whickham Survey. Clin Endocrinol (Oxf). 1995 Jul;43(1):55–68
7. Hak AE, Pols HA et al. Subclinical hypothyroidism is an independent risk factor for atherosclerosis and myocardial infarction in elderly women: The Rotterdam Study. Ann Intern Med. 2000 Feb 15;132(4):270–8.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Contador

%d blogueiros gostam disto: