Início » EVIDÊNCIAS » As Fluoroquinolonas: A pior e mais perigosa classe de antibióticos do mercado?

As Fluoroquinolonas: A pior e mais perigosa classe de antibióticos do mercado?

CURTA A NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK – https://www.facebook.com/NutricaoNoTratamentoEPrevencaoDeDoencas?ref=hl
————————————————————-

Imagem

By, Dr. Júlio Caleiro

As Fluoroquinolonas: A pior e mais perigosa classe de antibióticos do mercado?

Se o seu médico lhe entrega uma receita de um antibiótico da classe fluoroquinolona (que pode ser não só o Cipro ou Levaquin mas também Avelox, ou genéricos ciprofloxacina, levofloxacina e moxifloxacina, ou outros), é muito certo de que o risco de morte aumenta muito com a ingestão destas drogas.  Por que? As  Fluoroquinolonas têm fluoreto como uma parte central da droga. O flúor é uma neurotoxina conhecida, e fármacos com um fluoreto ligado na sua estrutura pode penetrar em tecidos muito sensíveis. As fluoroquinolonas têm a capacidade única de penetrar a barreira hematocefálica, entrando em seu cérebro e danificando o seu sistema nervoso central.     Muitos desses medicamentos já foram retirados do mercado devido à sua toxicidade, e aqueles que permanecem estão cheios de avisos e nos Estados Unidos, há exigência de ‘caixa preta’ pela Food and Drug Administration EUA (FDA).

Em 2008, a FDA exigiu que os laboratórios que produzem as fluoroquinolonas colocassem um aviso da caixa preta, porque eles representam um risco de tendinite e aumentam o risco de uma ruptura do tendão de três a quatro vezes. É o antibiótico que causa tendinites!

Mas isso está longe de ser o único risco. O Levaquin ( levofloxacino), por exemplo, que foi o antibiótico mais vendido em 2010, enfrenta milhares de processos por ano de pessoas que foram seriamente prejudicados após ingerir essa medicação.  As reações podem ser de sistêmicas, afetando o sistema nervoso central, os sistemas músculo-esqueléticas, visual e renal e às vezes simultaneamente. Entre as reações graves relatadas são:

O descolamento de retina, o que pode causar náuseas e diarréia cegueira e Alucinações
Doença Renal aguda, reações psicóticas e problemas auditivos
Doenças Cerebrais diversas ( AVC) por exemplo:  alterações do metabolismo de açúcar no sangue, diabetes e hipoglicemia severa.
Depressão, Fototoxicidade e Neuropatia periférica

Em um estudo de 2001 pelo ‘Dr. Jay Cohen’, as taxas de reação seguintes foram:

Os sintomas do sistema nervoso ocorreu em 91% nos pacientes (dor, formigamento e dormência, tonturas, mal-estar, fraqueza, dores de cabeça, ansiedade e pânico, perda de memória, psicose)
Sintomas músculo-esqueléticos em 73% dos pacientes (ruptura do tendão, tendinite, fraqueza, inchaço das articulações).
Os sintomas sensoriais em 42 por cento dos pacientes (zumbido, alterado visuais, olfativas e função auditiva)
Sintomas cardiovasculares em 36% dos pacientes (taquicardia, falta de ar, dor no peito, palpitações).
Reações cutâneas em 29% dos pacientes (erupções cutâneas, perda de cabelo, sudorese, intolerância ao calor ou frio)
Os sintomas gastrointestinais em 18% dos pacientes (náuseas, vómitos, diarreia, dor abdominal).

Entretando existem outros antibióticos que seu médico pode lhe prescrever sem estes efeitos perigos! São casos raros onde este antibiótico é a única opção de tratamento. Esta classe de antibióticos, segundo o MÉDICO DR. JOSEPH MERCOLA, “são reservados apenas para tratar graves infecções bacterianas, que NÃO RESPONDEM A QUALQUER OUTRO TRATAMENTO.” 

Procure melhorar teu sistema imune, para evitar doenças infecciosas, incrementando nutrientes na sua alimentação por um dieta equilibrada, usando de substâncias naturais presentes nos alimentos e suplementação. Procure seu(a) Nutricionista para melhor orientação! Procure seu médico, a qualquer sintoma e peça uma outra prescrição se porventura o remédio foi da classe de medicação acima citado.

“O iodo é de longe o melhor antibiótico, antiviral e anti-séptico de todos os tempos” – Dr. David Derry (médico).

Dr. Júlio Caleiro – NUTRICIONISTA

*Artigo baseado em matéria de autoria do MÉDICO Dr. Joseph Mercola (Fellow at the American College of Nutrition, e autor de diversos livros sobre saúde)

Links:

1. http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2013/09/25/fluoroquinolone-antibiotics.aspx

2. http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2012/10/20/fluoroquinolones-side-effects.aspx

3.http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2009/07/18/antibiotics-to-avoid-like-the-plague-due-to-fdas-oversight-failure.aspx

4. http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2011/08/08/bone-fluorides-magnet-new-studies-halflife.aspx

————————————————————————————-

Referências:

Forbes September 30, 2012

1 The New York Times September 11, 2012
2 Ann PharmacotherDecember 1, 2001 vol. 35 no. 12 1540-1547
3 Clin Infect Dis.(2005) 41 (9): 1254-1260.
4 BMC Infectious Diseases 2011, 11:187
5 The New York Times September 11, 2012
6 Forbes September 30, 2012

7. http://www.levaquinadversesideeffect.com/

8. http://www.medicationsense.com/articles/jan_mar_04/congress_ltr.php

9. Medscape August 13, 2012

10. JAMA. 2013;310(10):1014


11 Comentários

  1. andré carvalho pinto disse:

    ummmm quanta bobeira falada. Uma delas foi falar que usar fluoroquinolona vai aumentar a chance do paciente morrer… Em situações de risco os males e os bens são pesados sendo a morte o maior mal. De fato existem efeitos desagradáveis ao usar o ciprofloxacina, por exemplo, mas, caso a chance do paciente morrer aumentasse, o remédio não seria usado em situações mais graves de Salmonella. Vários dos efeitos sitados pelo dr. Jay Cohen são sintomas naturais de doenças que esses antimicrobianos tratam. Por último, caso as fluoroquinolonas sejam receitadas é muito provável que outras saídas mais ‘amigáveis’ ao organismo já tenham sido testadas e descartadas, não havendo outros medicamentos a serem usados com efeito melhor. (Existem médicos receitando errado por aí, mas suas colocações soaram apenas como terrorismo desinformado, por mais embasadas que sejam.)

    • “…Em situações de risco “os males e os bens” são pesados sendo a morte o maior mal –>”..Frases de profissionais ou pessoas leigas como essa, é que deixa a desejar no âmbito da saúde pra satisfazer um péssimo conhecimento, à satisfação das empresas farmacêuticas e seus vendedores de “conhecimento”. Ter que colocar em jogo a própria vida de uma pessoa, sob um determinado medicamento para sanar um problema que poderia ser usado outra droga com menor risco à vida do indivíduo, é falta de conhecimento prático e ético. Talvez o cloranfenicol poderia ser a opção, para a situação clínica de Salmonella. Mesmo sob os surtos de resistência microbiana, esse antibiótico ainda é opção padrão de escolha, além de outros com menores efeitos colaterais e risco de morte.

  2. Fabio disse:

    Parabéns Dr. por esse post, estou sentindo na pele o que esse tipo de antibiótico causa, desde outubro de 2013 quando tomei durante 21 cias cipro 500mg 2 compromidos ao dia por uma prostatite que meu médico achou que eu tinha pois nem exame ele fez para ter certeza, ainda hoje quase 9 meses depois sintos dores musculares, formigamento, queimação que não sei se são nos musculos ou nervos, são sensações muito extranhas, no momento meu sintomas estão melhorando, não sei se um dia serei o mesmo de antes, mas comparando ao inicio dos sintomas diria que estou 80% melhor (eu tive depressão, fobia, taquicardia, pressão alta, dores no corpo todo, tremores, fraqueza muscular, formigamento, a lista de sintomas é grande, e tudo depois que tomei esse medicamento). Com isso tudo descobri que nos EUA existem várias pessoas enfrentando o mesmo problema e aqui no Brasil também basta ver o que uma outra vitima desse antibiótico criou esse link muito bem explicativo segue o link http://ciprocolateral.wordpress.com/, esse site é uma reunião de vários problemas causados por esse medicamento. Espero que a ANVISA comece a olhar de perto esse tipo de medicamento pois tenho certeza que existem muitas vitimas no Brasil que hoje sofrem por depressão ou fibromialgia que é o que os médicos costumam diagnosticar quando na realidade são problemas causados por quinolonas.

  3. androidsimples disse:

    Como médico não me atrevo a dar tanto palpite de infectologia como o Sr. nutricionista faz.

    A evidência científica mais moderna defende o uso das quinolonas em diversos tipos de infecção por diversos microorganismos, sendo o AB de 1° linha em alguns casos.

    Não te culpo por escrever essas besteiras (imagina as asneiras que eu escreveria se me aventurasse na nutrição), mas você tem que pensar nas consequências de veicular sua prepotência ignorante pela internet.

    Caso nao esteja contente com seu trabalho de nutricionista e queira continuar divulgando seu trabalho dessa forma tão antiética e criminosa recomendo ao menos buscar evidencia MÉDICA de qualidade (medscape, uptodate).

    Peço também para que remova essa página, atualize o conteúdo ou coloque uma nota explicando que o uso das quinolonas é amplamente aceito e comprovado cientificamente constituindo o que há de mais moderno em alguns casos. Caso contrário encaminharei denúncia aos conselhos de classe.

    Gostei também da piada sobre o cloranfenicol que não e mais usado em salmonella ha anos devido a sua altissima toxicidade medular, sendo muito mais perigoso do que as quinolonas.

    Atenciosamente,

    Gibelli

  4. Bianka disse:

    segundo o MÉDICO DR. JOSEPH MERCOLA, “são reservados apenas para tratar graves infecções bacterianas, que NÃO RESPONDEM A QUALQUER OUTRO TRATAMENTO.” …… sério q milhares de tratamentos no mundo devem ser mudados pq ele tá falando isso? tem incontáveis falando o contrário… e sério q uma conduta em saúde agora tem q ser baseada num texto q tem como base o trabalho de uma pessoa? a saúde nesse país tá cada vez mais preocupante. Isso só pode ser falta de incentivo a pesquisa durante a faculdade. As pessoas esquecem o valor que isso tem e cm se deve tirar conclusões a partir de pesquisas.

    • Bianka quem precisa de pesquisa é você mesma! O artigo que publiquei está embasado no artigo do Dr. Mercola, mas se o problema for falta de outros artigos, pois não, aí vão alguns para sua apreciação de graça, olha só! Tomara que sua mente consiga absorver tal informação, se são pesquisas que faltam para lhe convencer, mesmo eu duvidando disso, aí vão várias. Se for médica, a partir de hoje não prescreva mais isso aos seus pacientes (a não ser que seja como último recurso), se não for médica nunca aceite uma receita deste tipo, só em último caso e olhe lá (confirmando com outros médicos)!

      http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24958965 – Ticagrelor-induced pneumonitis and subsequent pulmonary hemorrhage; drug rash with eosinophilia due to boceprevir; hepatitis C reactivation after starting infliximab; hydralazine-associated immune glomerulonephritis; fluoroquinolones and retinal detachment.
      ———————————————————————
      ESTE ABAIXO TEM AMOSTRAS DE 8 ANOS DE ESTUDOS – CONVENCE?

      http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24480710

      Oral fluoroquinolone use was not associated with an increased risk of rhegmatogenous retinal detachment or symptomatic retinal breaks in this population-based study
      ————————————————–

      http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24170197

      The use of oral FQs was associated with the subsequent occurrence of RRD. The FQ risk was independent of age, sex, diabetes, indications for antimicrobials, and underlying ophthalmic conditions. Certain FQs carried higher risk of RRD.

  5. Rodrigo disse:

    Thx God.
    Veja a mesma informação saiu no JAMA ano passado
    http://jama.jamanetwork.com/article.aspx?articleid=1737039

  6. Pois é Rodrigo, e pesquisa e estudos não faltam que comprovam o quão esse antibiótico é danoso à saúde. Obrigado por sua contribuição. Vou acrescentar este estudo nas referências do artigo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Contador

%d blogueiros gostam disto: