Início » EVIDÊNCIAS » PREVENÇÃO AO CÂNCER DE MAMA – evitem mamografias periódicas!

PREVENÇÃO AO CÂNCER DE MAMA – evitem mamografias periódicas!

cancermamagde1

Em 20 de março de 2013, Dr. Júlio Caleiro, nutricionista.

Mamografias expõem o seu corpo à radiação que pode ser 1.000 vezes maior do que um raio X do tórax, que torna a mulher desnecessariamente vulnerável a maior risco por indução ao próprio câncer. Ademais, a mamografia comprime os seios que poderia levar a uma propagação perigosa de células cancerosas (na hipótese da já existência de câncer). Durante 5 anos de mamografias no que tange a prevenir o câncer, é como se o corpo da mulher recebesse uma radiação tal, como as bombas atômicas de Hiroshima e Nagasaki a aproximadamente 1.600 metros (uma milha) de distância do epicentro!

Curiosamente, em um estudo realizado pelo Dr. Robert M. Kaplan, diretor do departamento de serviços de saúde na Escola de Saúde Pública da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, encontraram 22% de tumores de mama mais invasivos no grupo que tiveram mamografias a cada dois anos, em comparação com o grupo que tinha apenas uma mamografia ao longo de um período de seis anos.

Dr. Wilson Rondó, médico especialista em cirurgia vascular, medicina ortomolecular e terapias antioxidantes (The Robert W. Bradford Institute Califórnia – U.S.A.) informa o seguinte:

Mas, por que a mamografia de rotina seria antiética? A mamografia expõe o seu corpo a uma radiação que pode ser mil vezes maior do que a exposição ao RaioX de tórax, o que aumenta a probabilidade do desenvolvimento de câncer. Além disso, na mamografia sob compressão nos seios, muitas vezes dolorosa para a maioria das mulheres, pode espalhar células cancerosas. Segundo o Dr. Samuel Epstein, um dos tops experts em câncer, “os seios da mulher na premenopausa são altamente sensíveis à radiação. A cada 1 rad de aumento de exposição aumenta-se o risco de câncer de seio em cerca de 1%, o que cumulativamente promove 10% de aumento de risco de câncer de mama a cada década de avaliação”.

Então, qual exame realizar?

Sugiro a realização da TERMOGRAFIA (imagem térmica), que não usa nenhuma pressão mecânica ou radiação ionizante. A termografia é capaz de medir alterações fisiológicas e processos metabólicos. Resumidamente, esta ferramenta cria um mapa digital do corpo, que consegue detectar anormalidade (se existente), especificamente, inflamações. A inflamação é um precursor de muitas doenças, dentre elas, o câncer, artrite, doenças do coração, diabetes, e etc. Assim, a detecção precoce de inflamação pode ajudar a prevenir inúmeras doenças, dentre elas, o câncer de mama. A imagem térmica detecta as alterações fisiológicas que acompanham a patologia da mama, quer se trate do câncer, doença fibrocística, uma infecção ou uma doença vascular. Termografia é útil, inclusive, para as jovens que se preocupam em prevenção de câncer de mama e inúmeras outras doenças.

A termografia pode detectar alterações suspeitas de malignidade na mama alguns anos antes de serem visíveis pelos outros métodos de diagnóstico de imagem – mamografia e ecografia. Um estudo publicado no American Journal of Radiology, de Janeiro de 2003, conclui que a termografia pode prevenir muitas biópsias desnecessárias e «a termografia oferece um procedimento seguro e não invasivo que poderá ser de grande valor, como coadjuvante da mamografia para determinar quando uma lesão é benigna ou maligna» (American Journal of Roentgenology Vol. 180. Jan 2003: 263-269).Devido à sensibilidade da termografia para o fluxo de sangue e alterações metabólicas, é possível detectar tumores com um tamanho menor do que a mamografia.

A termografia é uma boa opção no diagnóstico complementar e na avaliação da eficácia dos tratamentos em doenças inflamatórias articulares, poupando o doente à exposição repetida a radiações.

Dr. Luiz Romariz, médico, com pós-graduação pela Harvard Medical School, e pela Medical School of Yale University, baseando-se no American Journal of Radiology, informa que: “a termografia tem uma capacidade de 99% de descartar a existência de um câncer da mama e 90% de certeza a detectar um câncer existente“. Em contrapartida, exames de mamografia não detectam quase metade dos casos de câncer de mama em estágio inicial, revelou uma pesquisa publicada na revista Lancet. Apenas 56% dos casos [em estágio inicial] são diagnosticados pela mamografia. Veja este estudo: https://nutricaobrasil.wordpress.com/2013/03/25/mamografia-nao-detecta-quase-metade-dos-casos-de-cancer/

Todavia, quer se prevenir efetivamente ao câncer de mama na prática? Está comprovado: Vitamina D3 reduz o risco de câncer de mama em 77%! (Am J Clin Nutr. 2007 Jun;85(6):1586-91.).

Para mais informações, recomendo que assistam esta pequena aula do médico norte-americano, Doutor Joseph Mercola, alertando sobre os riscos gerados pela mamografia: http://www.youtube.com/watch?v=2_jlvXZyOrg

Referencias:

1. Archives of Internal Medicine November 24, 2008;168(21):2311-2316.
2. New York Times November 24, 2008
3. World Wire November 24, 2009
4. Am J Clin Nutr. 2007 Jun;85(6):1586-91
5. Mercola.com
6. http://anti-envelhecimento.blogs.sapo.pt/301895.html
7. http://healthmedicinecenter.net/breast-thermography.htm
8. http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2007/08/070810_mamografiacancer_fp.shtml
9. Screening mammography in women 40 to 49 years of age: a systematic review for the American College of Physicians. Ann Intern Med 146. 516-526.2007
10. Effect of mammographic screening from age 40 years on breast cancer mortality at 10 years’ follow-up: a randomised controlled trial. Lancet 2006;368:2
11. Disparities in breast cancer mortality trends between 30 European countries: retrospective trend analysis of WHO mortality database
12. Effect of Three Decades of Screening Mammography on Breast-Cancer Incidence
13. http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2013/04/14/mammography-use.aspx
14. National Cancer Institute. Public Health Service Department of Health and Human Services.2003
15. http://www.natural-health-center.com/services/Thermography.aspx

16. http://www.drrondo.com/sera-mesmo-a-mamografia-um-beneficio-para-a-sua-saude-desconfie/

Contador

%d blogueiros gostam disto: